2 Perigosos vírus capazes de causar outra pandemia: Saiba quais são

A população cresceu tanto que a muito tempo começou a invadir o espaço onde costumava existir mata fechada, para construir suas casas, edifícios e mercados.

Assim animais que raramente tinham contato direto com seres humanos passaram a dividir moradia e a disputar alimento com cidades inteiras.

A proximidade cada vez maior entre estes dois mundos tão diferentes trouxe o aparecimento de novos agentes patogênicos, que antes atingiam apenas os animais, mutaram e passaram a infectar pessoas.

Aliás foi assim com o Sars-Cov2, um vírus de origem animal cuja mutação passou a infectar seres humanos tão rapidamente a ponto de vivermos uma pandemia em pleno século XXI.

 Porém existem outros 2 vírus perigosos capazes de causar outra pandemia, saiba quais são.

1. O Vírus Nipah

Nipah

A ameaça mais iminente chama-se Nipah, um vírus que tem como hospedeiro original o morcego frugívoro, muito comum no continente asiático.

De acordo com a especialista Supaporn Wacharapluesadee, diretora do Centro de Ciências da Saúde e de Doenças Infecciosas Emergentes da Cruz Vermelha tailandesa “É grande a preocupação porque não há tratamento e o vírus tem alta taxa de mortalidade que varia de 40 a 75% dos infectados”.

Além disso o tempo de incubação é longo com 45 dias sem sintomas, o que aumenta a probabilidade de contaminação em massa.

Os sintomas são tosse, dor de garganta, dor no corpo, fadiga e por fim edema cerebral com convulsões levando a morte.

O vírus Nipah está entre os dez mais perigosos do mundo e é transmitido de animais para pessoas e de uma pessoa para outra.

 Inegavelmente isto já foi observado e relatado entre familiares de doentes e entre profissionais de saúde em contato com pacientes infectados.

 Aliás a má higiene dos alimentos e do ambiente são o meio silencioso mais comum de contaminação sem precisar ter contato direto com o morcego hospedeiro.

 Principalmente em países como o Camboja, Tailândia e Malásia entre outros, onde os mercados ao ar livre são muito populares, além de ser o local de origem do morcego frugívoro portador do Nipah.

Os animais podem ser facilmente ser encontrados próximos às tendas e suas fezes e urina estão por toda parte, inclusive sobre as barracas de comida.

De acordo com os especialistas e a própria OMS (Organização Mundial de Saúde) se certos hábitos não mudarem é apenas uma questão de tempo até surgir uma nova pandemia, ainda pior do que a causada pelo Sars-Cov.

Você também pode se interessar por:

2. O Vírus Marburg

Marburg virus

Então semelhantemente ao Sars e ao Nipah, o vírus de Marburg ou MARV, também tem origem animal.

 Aliás a muito tempo vem causando epidemias conhecidas no mundo, sendo a primeira em 1967 e a última, que se tem notícias, no ano de 2014 em Angola.

Tal qual os demais agentes patogênicos o MARV tem como origem os morcego, porém da espécie Rosettus, natural da África do Sul e da Ásia.

Inegavelmente o potencial de contágio de uma pessoa para outra é alto, ocorrendo através do contato com as secreções como saliva, sangue e demais fluidos corporais.  

Além disso o Marburg é muitas vezes comparado ao Ebola por causar hemorragias nas gengivas, olhos e nas fezes.

Assim como também possui o mesmo modo de transmissão e alta taxa de mortalidade.

Contudo os sintomas mais comuns do vírus são: febre, dor de cabeça, diarreia, vômitos, dores no corpo, irritabilidade e confusão mental.

Porém as hemorragias tendem a aparecer uma semana após os sintomas iniciais.

Então é fundamental procurar um especialista da área da saúde para obter um diagnóstico rápido caso apresente estes sinais, pois não existe um tratamento específico para o Marburg, apenas medicamentos que aliviam os sintomas mais graves.

Créditos de imagem: Pixabay

Comentários
Carregando...