A curiosa história dos 3 homens que viveram tanto quanto Matusalém.

Table Of Contents

Todos conhecem a história de Matusalém, o homem mais velho do mundo. Entretanto, para muitos ele não seria nada além de uma lenda, pois não existem provas concretas de sua existência.

Porém há documentos e registros de pessoas que teriam vivido cerca de 200 anos ou mais. Conheça a curiosa história dos 3 homens mais velhos do mundo.

1.Henry jenkins

henry jenkins

Henry Jenkins teria nascido em 1501 na Inglaterra mas este registro é incerto pois somente a partir de 1538 se tornou obrigatório o arquivamento dos registros de nascimento e morte nas paróquias.

De acordo com os registros de 1667, durante um julgamento em que Jenkins foi testemunha, ele teria dito ter 157 anos.

O Juiz acreditando ser uma mentira, perguntou qual era sua lembrança mais antiga e Jenkins mencionou a batalha de “Flodden Field” iniciada em 9 de setembro de 1513, quando o reino da Inglaterra entrou em guerra contra o reino da Escócia.

O Idoso afirmou ter levado flechas para os arqueiros ingleses durante a batalha e que na época era criança com cerca de 10 anos.

Infelizmente, Henry Jenkins faleceu com 169 anos, extremamente humilde, pedindo esmolas de casa em casa e, em troca ele contava suas histórias de vida.

Assim ao ser enterrado no cemitério de St. Mary em Bolton-on-Swale em dezembro de 1670 foi colocado na descrição de seus registros a frase “um homem muito velho e pobre“.

Isto explica o fato de não ter tido uma lápide durante cerca de 75 anos, pois não tinha dinheiro para comprar uma.

Contudo, devido a sua idade notória e grande conhecimentos históricos comprovados, ganhou um obelisco com uma placa de mármore negro em sua homenagem no ano de 1743.

Primeiramente a iniciativa de fazer a homenagem partiu do Dr. Thomas Chapman, Mestre do Magdalene College da Universidade de Cambrige. Mas logo toda a cidade passou a contribuir financeiramente para a construção do memorial.

Henry Jenkins sempre teve origem humilde e nunca aprendeu a ler nem escrever, mas sempre trabalhou, principalmente com a pesca.

Eventualmente ao ser questionado como poderia ter vivido tanto tempo, teria dito que acreditava ser uma consequência de sua alimentação baseada em queijo, pão, cebola crua e carne fria.

Além disso dizia beber sopa de urtiga e água de piche, ou seja, xarope da seiva de pinheiro diluída em água.

Ainda que pareça estranho nos dias atuais, antigamente era comum os anciãos auxiliarem os juízes durante os tribunais, como testemunhas oculares da história.

Desta forma Jenkins era requisitado seguidamente devido a sua idade e boa memória para testemunhar e sendo uma prova viva dos fatos antigos, na hora de resolver disputas de terra.

Surpreendentemente existem vários documentos e registros onde consta a participação de Henry em inúmeras situações históricas, comprovando sua incrível vida longa tal qual Matusalém.

Inegavelmente a idade avançada de Henry chocava as pessoas, principalmente para a época quando a maioria morria cedo, entre os 40 ou 50 anos.

Atualmente o obelisco em homenagem a Henry Jenkins garantiu que sua existência longa, assim como sua participação em vários fatos históricos como a batalha de “Flodden Field” e a “Trama da Pólvora” de 1603, não fossem esquecidos.

Você também pode se interessar por:

2.Old Tom Parr

thomas parr

Tom Parr nasceu na Inglaterra em 10 de fevereiro de 1483 e faleceu em 14 de novembro de 1635 na cidade de Londres com 152 anos de idade, sendo sepultado na Abadia de Westminster.

Inegavelmente Tom viveu a vida toda de forma muito humilde, cultivando a terra, em um condado na fronteira com o País de Gales.

Aliás sua alimentação não era apenas simples, mas muitas vezes bastante pobre em nutrientes. Ele comia basicamente laticínios e derivados com pão seco.

De acordo com o próprio Parr o segredo para se ter uma vida longa como a sua o individuo precisava ” Manter a cabeça fria pela temperança e os pés aquecidos por exercícios. Levantar cedo e não demorar para ir dormir e, se quiser engordar (se tornar próspero)manter os olhos abertos e a boca fechada.”

A história de Tom Parr é um pouco controversa, pois sua idade nunca pode ser cientificamente comprovada.

Contudo Old Tom Parr, segundo alguns registros, teria se casado pela primeira vez aos 80 anos, tendo dois filhos que morreram ainda crianças.

Porém foi descoberto que ele teve um filho fora do casamento quando contava estar com 100 anos, que teria sobrevivido até a vida adulta.

Supreendentemente aos 122 anos, cercade 12 anos após ter se tornado viúvo, Tom se casou novamente.

Assim foi na companhia da segunda esposa que o idoso foi convidado a conhecer o rei da Inglaterra Carlos I.

Tanto que em 1635 foi levado para Londres, onde ficou famoso pela longevidade e pelos conselhos dados ao rei, que desejava a mesma vida longa.

Entretanto após ficar alguns dias na corte, se alimentando de forma rica e calorica, Old Tom Parr faleceu com 152 anos. Muitos comentaram que foi a mudança repentina em sua dieta a causa de sua morte.

Mas Tom foi sepultado na Abadia de Westminster no local chamado de o”Canto do Poeta” com direito a uma lápide de mármore.

Embora os médicos da época tenham feito uma primeira necropcia no corpo de Tom e constatado que seus órgãos estavam intactos compativeis com de um homem mais jovem com cerca de 70 anos, mas nada pode ser concluido.

Então quando os exames foram revistos, já na era moderna, os especialistas acreditam que os registros de Tom possam ter sido confundidos com os documentos de seu avô que possuía o mesmo nome.

Porém é provável que nunca se tenha certeza do que realmente aconteceu na época.

Mas a verdade é que a fama de Old Tom Parr era tanta que ganhou um Whisky escocês em sua homenagem: o Grand Old Parr.

Este blended geralmente encontrado com envelhecimento de 12 anos, raras vezes se consegue encontrar com 15 e 18 anos de amadurecimento nos barris de carvalho originais.

3.Li Ching Yuen

Li Ching Yuen 3

Li Ching Yuen foi um mestre chinês muito popular entre os taoístas praticantes da técnica Chi Kung e, teria conseguido viver até os 256 anos de idade sendo o mais parecido com a figura de Matusalém.

Embora ele afirmasse ter nascido em 1736, alguns registros sugerem como data o ano de 1679, mas com algumas constestações.

O primeiro documento contando um pouco da história de Li Ching Yuen foi um estudo produzido pelo General Yang Sen em 1927.

De acordo com o general o mestre chinês tinha 250 anos quando o recebeu em sua casa e, estava com “sua visão perfeita e sua pele firme; Li tinha tinha sete pés de altura, unhas longas e compleição forte.”

Tanto que um artigo da revista Times publicado em 1930 com o nome “Tartaruga-Pombo-Cão“, o mestre teria falado a respeito do seu segredo para manter uma vida longa e saudável: ” Mantenha o coração calmo, sente-se como uma tartaruga, ande vigorosamente como um pombo e durma como um cão.”

Outro hábito recomendado pelo velho mestre herbalista era a prática dos ensinamentos de Chi Kung, exercícios que auxiliam a estimular e promover a circulação da energia vital Qi em nosso organismo.

Uma vez que na Medicina Tradicional Chinesa, quando o nosso Qi está baixo ou fraco, ficamos doentes e envelhecemos mais rapidamente.

Embora a verdade sobre a idade do mestre Li talvez nunca seja descoberta, o importante são suas lições e as pessoas que inspirou, como por exemplo o mestre Liu Pai Lin.

Liu Pai Lin costumava palestrar no Brasil, em São Paulo, a respeito dos ensinamentos da Medicina Tradicional Chinesa, a qual aprendeu diretamente com Li Ching Yuen.

Aliás foi o mestre Liu quem introduziu a Medicina Tradicional Chinesa no Brasil, cujos tratamentos são comprovadamente eficazes na cura de inúmeras doenças como enxaquecas, dores articulares e problemas digestivos.

Em suma todos estes homens apesar de serem completamente diferentes entre si possuíam alguns pontos em comum: Alimentação simples e em poucas quantidades, exercícios e sono regular.

Aliás, o ancião bíblico Matusalém também possuía uma vida ativa, com uma alimentação simples baseada em pão, queijo, frutas e vinho. Talvez estes sejam os maiores segredos para uma boa vida longa.

Créditos de imagem: Pixabay e Bing Images

Comentários
Carregando...