Conheça 4 incríveis construções muito antigas usadas ainda nos dias de hoje

É normal hoje vermos proprietários de imóveis reclamando da baixa qualidade da obra. Parece que as construções atuais estão tão focadas no baixo custo, que a qualidade do material utilizado não é muito boa. O resultado disso não tem como ser diferente, se não problemas que precisam de reparos, e em alguns casos, condenam todo um imóvel.

Sabe aquele ditado: “Não se faz mais coisas como antigamente”? Podemos mudar ele para: “Não se faz mais construções como antigamente”! Isso mesmo! Não são só 4 construções feitas a mais de mil anos que resistiram até os dias atuais e continuam sendo frequentadas, mas muitas outras, espalhadas mundo a fora que se encontram em ótimo estado de conservação.

Selecionamos apenas algumas, com suas impressionantes histórias, para que você conheça e quem sabe um dia possa até visitá-las.

 

O impotente Teatro de Marcellus – Itália

Teatro de Marcellus

Construído no ano 13 aC em Roma, tinha capacidade para acomodar em torno de 20 mil espectadores e era considerado o maior teatro da época. Seu nome, foi dado em homenagem ao sobrinho do imperador Augusto, que morreu aos 19 anos em 23 aC.

A construção permaneceu sendo um dos locais mais grandiosos de Roma, até o início da construção do Coliseu, em 70 dC. Somente no século IV dC que o teatro deixou de ser frequentado pelos espectadores e foi parcialmente desmontado e reutilizado em outras construções.

Por centenas de anos o teatro permaneceu enterrado, sendo escavado e restaurado a partir de 1881. Hoje, restaurado, continua sendo utilizado com o mesmo fim que foi criado, trazendo apresentações teatrais e musicais. Sua acústica é tão boa, que mesmo na última fileira, conseguem ouvir uma apresentação, sem a necessidade de um microfone.

Apesar da sua idade, o Teatro de Marcellus é apenas mais uma das diversas construções que resistiram ao tempo e continuam sendo utilizadas nos dias de hoje.

 

O grande Palácio de Diocleciano – Croácia

Palácio de Diocleciano

Foi em 305 dC que o então ex. imperador Diocleciano, construiu um palácio aonde hoje é a cidade de Split na Croácia. Para aproveitar sua aposentadoria cultivando repolhos e se afastar do meio político, Diocleciano se estabeleceu em sua nova casa.

O enorme palácio, foi construído com fortes muralhas para proteger o ex. imperador. Além disso, uma forte força armada era responsável pela segurança de Diocleciano.

No século VII, os eslavos invadiram o local e muitas pessoas do povoado local se refugiou dentro do palácio, para se proteger atrás das grandes muralhas. Desde então, a cidade de Split se desenvolveu quase que inteiramente dentro dos muros do antigo palácio.

Ainda que existam muitas novas construções dentro dos muros do palácio, muitas partes do palácio, ainda são utilizados como moradias ou empresas.

 

O Castelo Sant’Angelo – Itália

Castelo Sant'Angelo

Construído no ano 135 dC, o Castelo Sant’Angelo passou por diversas reformas e provavelmente não tenha sido inaugurado com todo o tamanho que hoje conhecemos.

Inicialmente, o castelo foi projetado pelo imperador Adriano para servir de tumba para as suas cinzas. O imperador ficou conhecido por suas construções, como a reforma do Panteão (126 dC) na cidade de Roma, utilizado até os dias de hoje. Porém, ele nunca imaginou que sua tumba particular, ao passar dos anos se tornaria uma fortaleza para os Papas, uma prisão, para então se tornar um museu.

Com a morte do imperador Adriano, a exuberante tumba cilíndrica, localizada ao lado do rio Tibre, foi concluída por seu sucessor, e veio a servir como um local de repouso para a família imperial.

Com o imperados Aureliano, a tumba começou a ser transformada em um quartel militar. Após, quando os Papas utilizaram como fortaleza para se esconder, escondiam os objetos valiosos na câmara interna, na parte central da estrutura, o que provavelmente era o local aonde as cinzas de Adriano estavam guardadas.

Hoje, Castel Sant’Angelo se tornou um museu, aonde é possível encontrar muitas obras de arte que fazem parte da história desta magnífica construção.

Você também pode se interessar:

 

Templo Budistas Horyu-ji – Japão

Templo Horyu-ji

Até agora vimos construções feitas com pedras e materiais obviamente resistentes as ações do tempo. Porém, no Japão, o templo budista Horyu-ji, chama a atenção por ser quase que totalmente construído com madeira. O templo é composto por alguns edifícios de madeira, e foi inaugurado no ano de 607 dC. No ano de 670 dC, um grande incêndio devastou o templo, mesmo assim, algumas das construções resistiram.

Apesar de o Japão ter sido devastado pela guerra e ter um histórico de grandes terremotos ao longo dos séculos, o templo incrivelmente encontra-se de pé até os dias de hoje. Hoje, continua sendo um local para cultos e é aberto para visitação. Lá, é possível ter uma visão da arquitetura budista, pois permanecem da mesma forma que foram construídos a mais de 1400 anos.

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

 

Comentários
Carregando...