5 fatos sobre o sono do bebê

sono bebe 1

O sono do bebê é um assunto corriqueiro entre as rodas e grupos de mamães. Também é dúvida crucial nas visitas ao pediatra. Resolvemos listar 5 fatos importantes sobre o sono do bebê que todos os pais deveriam saber:

Table Of Contents

1 Sono gera sono

Embora pareça contra-intuitivo, o sono gera sono para os bebês. Muitos pais acreditam que se o bebê já está acordado há algum tempo, está com sono e tende a estar cansado e pronto para dormir, mas a questão é que o oposto é verdadeiro. 

Quando os bebês dormem, seu sistema nervoso se estabiliza. Portanto, se o seu bebê não dorme ou não tem um sono profundo, ele está perdendo a tranquilidade e o relaxamento que o sono proporciona. 

O resultado é um sistema nervoso cansado, incapaz de se acalmar ou dormir, não importa o quão exausto o bebê esteja. 

Além de dias difíceis e noites longas com um bebê irritado, a perda de sono mostra efeitos cumulativos de longo prazo para seu filho.

Bebês que dormem menos apresentam mais dificuldade de aprender, interagir e se socializar. Infelizmente, à medida que seu bebê fica cada vez mais sem sono, mais difícil será para ele dormir bem. 

2 Embrulhar o bebê pode ajudá-lo a dormir

O bebê passou nove meses, seguro e confortável no útero, sentindo a leve pressão constante e o “abraço” do útero materno. 

Depois de nascerem e durante os primeiros meses, você pode descobrir que replicar a mesma sensação confortável de ser abraçado ajudará o bebê a dormir e a permanecer dormindo por longos períodos de tempo. 

Embrulhar o bebê existe desde a antiguidade e é uma técnica que cria uma leve pressão e sensação de aconchego.

Além disso, talvez você tenha visto seu bebê se assustar rapidamente durante o sono, abrindo bem os braços.

Isso é chamado de reflexo de “Moro” ou “reflexo de susto” e, embora geralmente dure apenas alguns segundos, costuma ser o suficiente para acordar o bebê dormindo.

Enrolar o seu filho num cueiro ou Swaddle o ajuda a manter os braçoconfortáveis, para evitar aquela sensação de queda livre que pode sentir e causar um despertar prematuro.  Estudos relatam que bebês enfaixados dormem 1-3 horas extras a cada noite.

Você também pode se interessar por:

3 Desenvolvimento do ritmo circadiano do seu bebê

Quer saber por que seu bebê parece querer dormir o dia todo e ficar acordado a noite toda? 

Parece totalmente ao contrário, certo? Isso porque, quando os bebês nascem, seus ritmos circadianos – pistas físicas, mentais e comportamentais – não estão totalmente desenvolvidos. 

Portanto, ao contrário dos adultos, cujos ritmos seguem um relógio de aproximadamente 24 horas, respondendo principalmente às mudanças na luz do dia e na escuridão da noite, os bebês nascem sem esse relógio interno de sono. 

Em vez disso, seu ritmo circadiano demora um pouco para se desenvolver – normalmente entre dois e quatro meses.

Embora isso seja apenas parte natural do desenvolvimento do bebê, você pode apoiar o processo oferecendo mamadas frequentes a cada 2-3 horas durante o dia, saindo para obter luz natural e mantendo as cortinas ou persianas de sua casa abertas. À noite, pode ser útil manter as luzes mais fracas e menos barulho na casa.

4 A importância da rotina da hora de dormir

A razão pela qual você ouvirá a frase “rotina da hora de dormir” tanto e com tanta frequência é porque ela se provou muito importante. 

Por meio de seus sinais ou pistas, você está ajudando o bebê a entender que é hora de dormir.

Há uma sensação de segurança e proteção nessa rotina repetida. Uma boa idade para começar uma rotina da hora de dormir é quando o bebê está entre 6 e 12 semanas de idade. 

A rotina pode ser curta, 15 minutos no total. Não importa o que você faça na sua rotina, tanto quanto importa que você mantenha essa rotina consistente, repetindo-a noite após noite. 

A família deve escolher os elementos individuais que funcionam melhor para ela e o bebê.

Cantar uma canção de ninar com o bebê em seu ombro ou aninhado em seus braços, dar um banho quentinho e relaxante e até mesmo o ato de enfaixá-lo pode servir como uma deixa. 

Basta manter esses elementos regulares para que o bebê aprenda a rotina. Conforme ele aprende a rotina, você verá que vai dormir com mais rapidez e facilidade.

O mesmo vale para a hora da soneca. Você pode fazer uma rotina curta e simples antes do cochilo para ajudar o bebê a se preparar para o descanso diurno.

5 Os bebês aprendem a dormir com os pais

Nossa cultura coloca muita ênfase em recém-nascidos aprendendo a dormir independentemente em seus próprios quartos.

Os pais normalmente são desencorajados a dormir juntos por medo de que isso possa prejudicar a capacidade da criança de se acalmar e incentivar uma dependência excessiva de seus pais para conseguir dormir.

No entanto, uma nova pesquisa está dizendo exatamente o oposto: que os recém-nascidos realmente desenvolvem ciclos de sono saudáveis ​​e dormem com mais segurança quando estão fisicamente perto de nós.

Na verdade, a Academia Americana de Pediatria recomenda que os pais e o bebê durmam no mesmo quarto durante os primeiros seis meses. (No entanto, a AAP ainda desaconselha compartilhar a cama.)

Embora os dias e as noites possam ser longos, o seu filho precisa que você o mantenha por perto durante esse tempo.

Gostou do texto? Deixe seu comentário e não se esqueça de compartilhar o artigo em suas redes sociais 

Comentários
Carregando...