2 Animais incríveis e sua conexão com a saga Harry Potter.

A saga do pequeno Bruxo Harry Potter marcou uma geração e criou uma legião de fãs. Desta forma muitos tutores escolheram os nomes dos seus pets retirados da história.

Certamente muito destes fãs são hoje especialistas da área da ciência e biologia, assim não é de se estranhar que desejem batizar novas espécies com nomes inspirados na saga.

Aliás, estes dois animais incríveis bem poderiam ter saído dos filmes de Harry Potter.

1- A víbora Trimeresurus Salazar

Salazar

A idéia do nome desta bela serpente, que vive no norte da Índia, tinha o intuito de chamar a atenção das pessoas para o animal recém descoberto e contentar a criatividade dos biólogos, fãs da saga.

Assim a nova espécie de víbora verde do gênero Trimeresurus foi batizada de Salazar referente ao nome fictício criado por J.K. Rowling, a autora da série literária Harry Potter, para o personagem que foi o cofundador da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, Salazar Sonserina.

Então para quem ainda não conhece a saga, Sonserina é uma das quatro” casas” comunal que fazem parte da Escola de Bruxaria onde Harry Potter cresce e cujo simbolo era uma serpente e a bandeira possuía cor verde.

Aliás o fundador Salazar Sonserina, assim como Harry Potter e o grande vilão da história Voldemort eram ofidioglota, ou seja, tinham a capacidade de falar a língua das cobras.

Todavia, ficção a parte, a serpente Trimeresurus Salazar, assim como suas demais espécies, ainda são pouco estudadas e a criatividade dos cientistas ajudou a chamar a atenção para a biodiversidade do norte da Índia.

A nova espécie conhecida como “víbora de Salazar” foi descoberta devido a uma pesquisa conduzida nas florestas de Arunachal Pradesh, próximas ao Himalaia.

A víbora é verde, e os machos possuem uma faixa laranja-avermelhada presente na cabeça e no corpo.

A descoberta foi divulgada no artigo científico, publicado no periódico especializado Zoosystemathics and Evolution e a pesquisa foi comandada por cientistas de diversos institutos científicos indianos.

Você também pode se interessar por:

2- A aranha Eriovixia Gryffindori

Eriovixia Gryffindori

Esta pequena aranha de sete milímetros possui uma aparência interessante com uma saliência em suas costas que imita a forma de folhas para evitar predadores.

Aliás a descoberta foi feita pelos indianos Javed Ahmed, Rajashree Khalap e Sumukha Javagal na cordilheira dos Gates Ocidentais, no sudoeste da Índia e publicada no Indian Journal of Arachnology de dezembro de 2015.

Porém este minúsculo inseto só ficou famoso devido aos cientistas que a descobriram serem fãs da saga Harry Potter.

Assim, de acordo com Javed Ahmed “fizemos um pacto de que, se fosse uma nova espécie, iríamos nomeá-la em homenagem ao Chapéu Seletor”.

Ou seja os cientistas descobridores desta nova aranha pensaram que ela se parecia com o Chapéu Seletor dos livros da saga que originalmente pertencera ao Bruxo Godric Gryffindor.

Certamente por causa desta homenagem a Eriovixia Gryffindori é a aranha do gênero Eriovixia mais conhecida das 21 espécies do mesmo gênero que residem nas regiões de clima tropical da Ásia.

A descoberta foi feita após o lançamento do filme “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, um spin-off de Harry Potter baseado em um livro que a autora da saga escreveu em 2001.

Surpreendentemente a autora J. K. Rowling, mencionou seu contentamento com a homenagem pelo Twitter com o seguinte texto
“Estou realmente honrada! Parabéns por descobrir outro #AnimalFantástico!”, tuitou ela para Javed Ahmed.

Aliás existe uma espécie E. pseudocentrodes que também possui um formato similar ao chapéu porém não teve a sorte de ser batizada por um fã da história.

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

 

Comentários
Carregando...