Ao invés de calorias, por que não mostrar a quantidade de atividade física necessária no rótulo

Os cientistas descobriram que identificar alimentos e bebidas com a quantidade de atividade física necessária para perder o número de calorias contidas poderia ser útil para motivar as pessoas a fazer compras mais saudáveis.

Você também pode gostar:

Como o consumidor, na maioria das vezes, não sabe interpretar adequadamente a rotulagem de alimentos, principalmente no conteúdo calórico, os pesquisadores sugerem que vale a pena apresentar o rótulo de uma maneira diferente, de uma forma que impacte nos níveis de obesidade. Os cálculos mostram que alterar a rotulagem, com base na quantidade de exercícios, pode reduzir a ingestão calórica diária com mais de 190 calorias por pessoa.

A ideia é que esse novo tipo de rotulagem de alimentos mostre quantos minutos de um exercício físico específico serão necessários para queimar as calorias de um determinado alimento ou bebida. Outra maneira de visualizar isso pode ser revelar a distância ou o tempo que alguém precisa caminhar para queimar essas calorias. Por exemplo: Um saco de batatas fritas contendo 550 calorias levaria aproximadamente duas horas para queimar a caminhada ou aproximadamente uma hora de corrida.

A Royal Society for Public Health do Reino Unido solicitou anteriormente a rotulação PACE para substituir o atual sistema de rotulagem do Reino Unido. A rotulação PACE, ndica a quantidade de atividade física necessária, no entanto, até o momento, existem poucas evidências substanciais para apoiar uma mudança tão drástica.

Conclusão

Em sua pesquisa publicada no Journal of Epidemiology & Community Health, eles mostraram resultados dos dados experimentais combinados de 14 ensaios clínicos randomizados no PACE. Acontece que, quando a rotulagem PACE é usada, em média, as pessoas elegem 65 menos calorias por refeição em comparação à rotulagem convencional. Tudo combinado levaria a uma possível redução na ingestão diária de 200 calorias.

Esses resultados são muito promissores; no entanto, é preciso notar que o número de estudos incluídos é bastante pequeno. Mais pesquisas devem ser feitas para determinar os benefícios potenciais da marcação PACE de maneira conclusiva.

 

Comentários
Carregando...