Camazotz X Batman: conheça o deus do submundo que poderia ser a origem do herói morcego.

Camazotz, ou “morcego da morte” no dialeto Quiché, assombrou o povo Maia muitas eras antes do Batman brilhar nos cinemas. Certamente os Maias jamais imaginaram que o deus do submundo, com sua sede de sangue, poderia ser a origem de um dos heróis mais famosos e amados da atualidade: O Batman!

A 2.500 anos antes da DC Comics

maias cidades

De acordo com historiadores e pesquisadores da era Maia, há na cultura dos povos Zapotecas um deus híbrido de homem e morcego, cultuado desde 200 a. C. retratado em esculturas e templos.

Inegavelmente este deus está associado às sombras, aos mistérios ocultos, relacionado a noite e em nome dele foram feitos inúmeros sacrifícios de sangue.

E tudo isso está registrado em um livro muito antigo chamado de Popol Vuh escrito no século XVI por um conselho composto por membros sábios da comunidade Maia.

O Popol Vuh

250px Popol vuh

Entretanto os textos originais escritos entre 1554 e 1558 foram perdidos. Mas graças a uma tradução desta obra feita em castelhano pelo Frei Francisco Ximénez, em 1701, os estudiosos puderam ter um vislumbre da cultura do povo Maia.

A obra é rica em detalhes a respeito da mitologia sobre a criação do mundo e do submundo, permeados de lições de ética e moral que regiam a vida em comunidade destes povos antigos.

Aliás consta também informações sobre os vários deuses existentes na cultura Maia, entre eles o deus Camazotz, profundamente ligado ao submundo.

E de acordo com o Popol Vuh, os irmãos gêmeos Hunahpu e Xbalanque entraram no submundo, o equivalente maia do inferno cristão, procurando vingança pela morte do pai.

Porém, ao chegarem, foram atacados por morcegos assustadores que acompanhavam um homem híbrido, uma mistura horripilante de ser humano e morcego, denominado Camazotz.

Conforme a saga descrita nos textos, um dos irmãos chamado Hunahpu teve a cabeça cortada por Camazotz com o intuito de ser usada para divertir os deuses do submundo.

Assim seu irmão Xbalanque precisou pedir a ajuda de todos os animais existentes na terra para salvar Hunahpu e derrotar o poderoso e cruel deus vampiro.

Você também pode se interessar por:

Camazotz

camazotz

O nome Camazotz no dialeto Quiché significa “Morcego da Morte” e era definido como um ser híbrido de homem e morcego que tinha sede de sangue, violência e destruição.

Tanto que os adoradores deste deus morcego costumavam fazer pequenos cortes nos punhos e derramar um pouco de sangue em tigelas rituais para ofertar a Camazotz em troca de ajuda do deus nas batalhas.

Contido, devido a forte presença do sangue nas barganhas pelos favores do deus, alguns historiadores acreditam que o mito de Camazotz teria nascido a partir do Desmodus Draculae, uma espécie extinta de morcego que habitava as cavernas da Venezuela, Guatemala e Brasil.

Pois com efeito este morcego era cerca de 30% maior do que os demais, além disso eram hematófagos, ou seja, se alimentavam de sangue para viver.

Certamente a visão destes enormes animais, o modo como se alimentavam e o fato de só saírem a noite para caçar, poderia ter impressionado e até assustados os antigos Maias.

Desta forma não é de se surpreender que o escuro fosse para eles cheio de mistérios e povoado de coisas terríveis, se tornando sinônimo de medo. Sem dúvida um deus como Camazotz se encaixava bem neste cenário e sua lenda ganhou força.

Batman ou Camazotz

Ancient Maya Batman 780x405 1200x900 2

Aparentemente os sacerdotes do deus Camazotz usavam uma máscara imitando a face dos morcegos, com orelhas pontudas e dentes proeminentes. Assim como um tipo de capa sobre os ombros cujo papel era imitar as asas do animal quando o sacertode abria os braços durante os rituais. Evidentemente fazendo lembrar um “homem-morcego”.

Mas fora isso, as similaridades terminam por aí, pois com toda a certeza a lenda do deus morcego do povo Maia, está mais para conde Drácula, com sua sede em beber sangue humano, do que para Bruce Wayne, o cavaleiro das trevas.

E antes de mais nada, a imagem na foto acima é apenas uma representação artística feita por um escultor mexicano muito popular chamado Kimbal. O artista fez uma releitura da roupa do super herói da DC, baseado na cultura maia, para um concurso um tanto diferente durante a comemoração dos 75 anos do Batman, na Cidade do México em 2015.

Creditos de imagem: https://www.algosobre.com.br/historia/culturas-indigenas-maias-astecas-e-incas.html.; https://www.facebook.com/395800960766070/posts/1197516733927818/ ; http://historiaemcartaz.blogspot.com/2015/03/mitologia-camazotz-o-deus-morcego.html ; https://socientifica.com.br/conheca-camazotz-o-batman-real-adorado-2-500-anos-atras-pelos-maias/

Capa: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/conheca-camazotz-o-batman-do-mundo-maia.phtml

Comentários
Carregando...