find sex hookups in wv entone box hookup best place for hookups reddit avn hookup with daisy ducati

O Chapeleiro Maluco: a verdade por trás do personagem

Quem nunca se encantou com as histórias de Alice no país das Maravilhas e se divertiu com as loucuras do Chapeleiro Maluco. Pois é, mas e se dissermos que o Chapeleiro Maluco não era tão louco assim? Você sabe qual é a verdade por trás do personagem? Venha descobrir.

Alice no país das Maravilhas

watercolor gf176ad247 640

Independentemente se você conheceu a história de Alice no país das Maravilhas através do livro escrito pelo autor Lewis Carrol ou se pela telinha mágica do cinema, onde o ator Johnny Depp dá vida ao carismático personagem do Chapeleiro Maluco, a verdade é que não tem como não ficar fascinado pelos personagens e suas aventuras surreais.

Em resumo a história conta sobre uma bela menina que perseguiu um apressado coelho branco até sua toca e acaba caindo lá dentro.

Então a aventura começa quando Alice chega em um mundo mágico repleto de seres fantásticos que podiam ser fofos ou assustadores dependendo do comportamento da menina.

 Aliás, Alice encontra de tudo, desde o simpático e apressado coelho branco, passando por uma lagarta sabichona até encontrar com a vilã da história, a temida Rainha de Copas.

 Isto tudo sem falar no misterioso gato listrado que ao invés de ajudar a menina a encontrar o caminho de volta para casa, apenas a confunde mais, fazendo questionamentos interessantes como neste famoso trecho:

Alice pergunta: _Gato Cheshire pode me dizer qual o caminho que eu devo tomar? _E o gato reponde: Isso depende muito do lugar para onde você quer ir. _ Mas eu não sei para onde ir! _ Disse Alice. _ Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve! _ Respondeu o gato”.

Inegavelmente, após ler trechos como este, fica evidente que a obra, originalmente, era mais voltada ao público adulto do que o infantil. Porém com o toque de Walt Disney, décadas depois, a história ganhou uma adaptação que caiu no gosto das crianças.

E um dos personagens que mais chamou a atenção tanto na obra original como na repaginação feita por Walt Disney e, mais tarde na adaptação para os cinemas, foi o Chapeleiro Maluco.Mas que na verdade de maluco não tinha nada e você sabe por quê?

Você também pode se interessar por:

O Chapeleiro Maluco: a verdade por trás do personagem

Chapeleiro Maluco 1

É um fato que o personagem do Chapeleiro Maluco é um dos mais intrigantes da obra escrita por Lewis Carrol em 1895. Aliás o personagem é tão rico que é amplamente analisado por inúmeros profissionais da área da Psicologia e Psicanálise.

Entretanto existe um outro lado que é pouco ou nada falado a respeito do Chapeleiro Maluco e se refere ao motivo do personagem ser chamado de “maluco” na história, quando não o era. Na verdade, o Chapeleiro estava envenenado, quer ver?

Tudo começa com o período em que a obra foi escrita, no final do século XIX, em 1895, quando a maioria dos cavalheiros usavam um acessório importantíssimo: o chapéu ou uma cartola.

Pois é, assim como o Chapeleiro Maluco não renunciava a sua cartola, os homens desde período não saiam de casa sem um chapéu ou seriam taxados de deselegantes e até mal-educados na sociedade Inglesa daquele período.

Aliás uma época um tanto complicada de se viver e, ainda mais para se trabalhar, principalmente na função de Chapeleiro. Ou seja, a pessoa que montava os inúmeros chapéus e cartolas vendidos aos elegantes cidadão ingleses corriam risco de vida e nem imaginavam.

Isso porque o feltro com que os chapéus eram forrados tinha mercúrio, um produto altamente tóxico capaz de matar por envenenamento rapidamente.

Tanto que os sintomas eram mudanças bruscas e frequentes de humor, nervosismo, irritabilidade e ansiedade. Além disso tinham distúrbios do sono, lapsos de memória e nos casos agudos vômitos, tosse, paladar metálico, diarreia, dores de cabeça e visão embaçada.

Mas e o Chapeleiro Maluco? Bem, ele tinha a aparência pálida com olheiras marcadas, vivia esquecendo as coisas, tinha mudanças frequentes e bruscas de humor, tristeza constante e tremores, todos os sintomas de alguém doente por envenenamento por mercúrio.

 Afinal estes mesmos sinais foram observados nos trabalhadores da época e ficou conhecida como a “doença da loucura dos chapeleiros”.  E assim se originou a expressão popular britânica “mad as a hatter “ou seja “tão louco quanto um chapeleiro.”  

Agora como resultado desta descoberta, certamente você olhará para o personagem do Chapeleiro Maluco sob um novo ponto de vista e quem sabe não descobre mais coisas curiosas a respeito.

Creditos de imagem: imagem 1: watercolor-gf176a png Pixabay.com ; Imagem 2: https://blog.passarela.com.br/a-historia-e-a-verdade-por-tras-do-chapeleiro-maluco/

Capa: https://br.ign.com/alice-atraves-do-espelho/24997/news/johnny-depp-surpreende-visitantes-da-disney-vestido-de-chapeleiro-maluco

Comentários
Carregando...