Coca-Cola – Fatos e curiosidade

A Coca-Cola é uma das marcas mais reconhecidas do mundo! Em um dia quente de verão, é uma das bebidas mais consumidas. Qualquer amante da Coca-Cola vai adorar esses fatos!

 

A Coca-Cola não está disponível oficialmente em todos os países do mundo

Com exceção da Coréia do Norte e Cuba, você pode encontrar facilmente a Coca-Cola em todos os países do mundo! Você até pode encontrar Coca-Cola na Coréia do Norte ou em Cuba, porém, por ter sido importada para estes países por outros meios, ela vai custar bem mais cara.

Ou seja, a Coca-Cola é importada de outros países, sem a permissão direta da The Coca-Cola Company.

 

Um copo de Coca-Cola custou 5 centavos por mais de 70 anos

De 1886 a 1959, um copo ou garrafa de Coca-Cola custava apenas 5 centavos de dólar. Eles conseguiram manter seu produto a um preço tão baixo devido a contratos de engarrafamento, publicidade e uma baixa taxa de inflação no período.

O dono da Coca-Cola vendeu os direitos de engarrafamento por apenas um dólar, que eles nunca cobraram. Isso ocorreu porque a Coca-Cola pensou que o engarrafamento nunca decolaria e o contrato, por engano, não tinha data de validade.

Como a sustentabilidade pela venda de um copo de 5 centavos de Coca-Cola se tornou menos sustentável, a Coca-Cola até pediu ao Tesouro dos EUA que cunhasse uma moeda de 7,5 centavos no lugar da moeda de $0.05 centavos para facilitar a venda de um copo de Coca-Cola.

Propositadamente, deixavam vazias algumas de suas máquinas de venda automática para que os clientes tivessem que colocar dois centavos a mais para comprar uma Coca-Cola direto no balcão.

Quando a inflação começou a subir, a Coca-Cola eliminou gradualmente seus anúncios de 5 centavos no início dos anos 50 e, em 1959, a última garrafa de 5 centavos de Coca-Cola havia sido vendida.

 

Ela se traduz perfeitamente para chinês

A China é um mercado difícil de se ajustar. Quando a Coca estava pronta para importar para a China, eles tiveram que encontrar um nome que se encaixasse na maioria dos dialetos e idiomas falados por lá.

Originalmente, eles usavam “Kekoukela”, que soa similar foneticamente, mas em certos dialetos, traduz-se em “morder o girino de cera” ou “cavalo feminino recheado de cera”.

Após uma pesquisa mais aprofundada, eles encontraram um nome muito semelhante à sua escolha original, que passou perfeitamente. Poucas marcas traduzem tão suavemente quanto esta tradução. Na China, a Coca-Cola é chamada “Kekoukele”, que significa “diversão saborosa”.

 

A Coca-Cola foi inventada por um farmacêutico

John Pemberton certamente deixou para trás um legado. Pemberton foi ferido em uma das últimas batalhas da Guerra Civil e desenvolveu um vício em morfina durante a sua recuperação.

Sua invenção original era uma bebida alcoólica chamada “Coca de vinho francês de Pemberton”, que era uma receita que misturava coca e noz de cola. Era para ser um analgésico alternativo à morfina.

Querendo fazer um produto mais comercializável, a bebida original foi inventada como uma maneira de criar uma forma não alcoólica de sua coca de vinho vendida anteriormente.

Enquanto Pemberton estava testando diferentes misturas para seu novo medicamento não alcoólico, acidentalmente misturou o xarope de base com água gaseificada. Foi nesse momento que Pemberton decidiu vender seu produto final como uma bebida ao invés de um medicamento.

 

A campanha onde encheu suas latas com surpresas

Em 1990, a Coca lançou o “MagiCans”, que dava aos consumidores a chance de ganhar entre US $ 1 e US $ 500.

Outras latas tinham cupons resgatáveis ​​para viagens ou mercadorias. As latas foram carregadas com mola para cuspir o prêmio quando abertas.

No entanto, o peso da lata tinha que ser disfarçado para que os participantes não conseguissem descobrir quais latas tinham um prêmio e quais eram apenas latas comuns. As latas vencedoras foram preenchidas com uma solução de água, cloro e sulfato de amônio. Seu cheiro era terrível e ninguém tinha coragem de beber. Obviamente, algumas pessoas ainda tentaram beber, mas felizmente a solução era inofensiva.

A Coca-Cola encerrou a promoção mais cedo devido a reclamações sobre latas defeituosas e a publicidade negativa em torno delas. Em termos percentuais, menos de 1% das latas estavam com defeito, mas a publicidade foi alta o suficiente para a campanha parar.

Você também pode gostar:

 

A Coca-Cola fez uma “Coca-Cola Branca” especial para a Segunda Guerra Mundial

A Coca queria que os combatentes pudessem ter um gostinho do lar, então eles abriram fábricas de garrafas perto da Europa. No entanto, poderia ser problemático para um não-americano ser visto bebendo Coca-Cola, por se tornar sinônimo de América. Foi especialmente um problema na União Soviética, já que era visto como um símbolo do imperialismo americano.

O marechal Zhukov, uma figura proeminente da União Soviética, era fã do refrigerante, mas não queria ser visto consumindo-o. Ele fez um apelo à Coca-Cola para fazer uma versão clara da bebida que acabou sendo bem-sucedida.

Um químico da fábrica de engarrafamento austríaca removeu a coloração da Coca-Cola. A partir de então, foi engarrafado em vidro transparente com uma tampa branca e uma estrela vermelha.

A importação de mercadorias para uma zona de ocupação soviética normalmente levava semanas para ser liberada pelas autoridades, mas os embarques da Coca-Cola nunca foram interrompidos.

Curioso por mais matérias como esta? Navegue pelo site do Mundo do Curioso ou acesse nossas redes sociais no Facebook e Twitter.

 

 

Comentários
Carregando...