Seja curioso e descubra o que acontece no mundo

Conheça os benefícios da terapia capilar

Ao longo do tempo, os cabelos sofrem danos que podem resultar em queda excessiva, fios frágeis, ressecados ou com crescimento lento. Para lidar com essas questões e promover a revitalização, a terapia capilar se destaca como uma abordagem eficaz.

Este método envolve uma série de tratamentos e cuidados que atuam de maneira integrada, buscando reequilibrar a saúde capilar. Desde técnicas manuais de massagem até o uso de produtos específicos, a alternativa oferece um plano de cuidado personalizado para restaurar a vitalidade dos cabelos, mas também busca tratar/prevenir algumas disfunções que acometem o couro cabeludo.

Segundo Dra. Elizabeth Borgo, diretora de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) da Ecosmetics, marca focada na criação de produtos para todos os tipos de cabelos, na terapia capilar podem ser utilizados alguns equipamentos e técnicas manuais, além de produtos como óleos essenciais, vegetais e cosmecêuticos, conforme o que será tratado.

Saiba como funciona essa prática e descubra seus benefícios para a saúde e beleza do seu cabelo!

Como funciona?

Na sessão de terapia capilar, uma avaliação (anamnese) detalhada é realizada por um profissional que escuta a queixa do paciente e, a partir desta, realiza a análise do couro cabeludo e da haste capilar, em que é possível diagnosticar as causas relacionadas.

“Com base no diagnóstico, são realizados tratamentos personalizados que incluem o uso de produtos específicos, como shampoos, condicionadores, máscaras, séruns, além de técnicas como massagens capilares e, em alguns casos, terapias avançadas como a laser ou luz LED. O objetivo é tratar problemas existentes e prevenir futuros, melhorando a saúde geral do couro cabeludo e dos cabelos”, explica a especialista. 

Quem pode fazer?

Segundo a médica, “a terapia capilar é indicada para pessoas de todas as idades que enfrentam problemas capilares, ou simplesmente para aqueles que desejam manter o couro cabeludo e os cabelos saudáveis, preservando a microbiota em equilíbrio”, diz a Dra. Elizabeth Borgo.

Há contraindicações?

A terapia capilar pode ter contraindicações para algumas pessoas. Dentre estas, aquelas com condições específicas de saúde, como lesões no couro cabeludo, infecções ou sensibilidade a ingredientes de algumas formulações cosméticas.  

“Mulheres grávidas ou lactantes também devem consultar um profissional antes de iniciar o tratamento, devido a riscos potenciais. É essencial buscar orientação de um terapeuta capilar para avaliação e recomendação de tratamento adequado, e a parceria com outros profissionais contribui muito para melhora do paciente e resultados satisfatórios”, alerta a profissional. 

Quais os resultados?

O paciente espera da terapia capilar a redução da queda capilar, a melhora da patologia como caspa e oleosidade, ter os fios saudáveis (mais força, brilho e maciez), o estímulo ao crescimento de novos fios, bem como a melhora na textura e no volume do cabelo.

“Os benefícios tendem a aparecer gradualmente no decorrer do tratamento, e o resultado vai depender tanto do paciente quanto do terapeuta capilar e sua formação e nível de conhecimento, identificando de modo assertivo o melhor tratamento e quais produtos utilizar assim como as dosagens adequados para cada caso”, finaliza Dra. Elizabeth.

Por Débora da Mata

você pode gostar também