Da timidez de um médico nasceu o estetoscópio

Todos, alguma vez na vida, já experimentaram o toque gelado de um estetoscópio durante um exame médico. Aquele disco metálico parece ter saído da geladeira ao tocar na pele. Entretanto, além de muito importante para detectar problemas cardíacos e pulmonares, a criação do estetoscópio foi motivada por causa do constrangimento de um médico.

Dr. René Laennec

Rene Laennec

Laennec foi um médico francês que estudou e praticou a medicina no Hospital de la Charité em Paris, se formando em 1808. Na época os atendimentos médicos e os exames físicos eram muito diferentes do que é atualmente.

Afinal não além de não ter toda a tecnologia para facilitar os diagnósticos, ainda tinha as rigorosas regras de etiqueta a seguir na hora de examinar os pacientes, principalmente as mulheres.

Desta forma, foi por causa de um destes atendimentos que o médico René Laennec resolveu criar um objeto que funcionasse como um mediador para ouvir os sons do coração e dos pulmões dos pacientes.

René Laennec trabalhava no hospital Necker em 1819, quando uma paciente o procurou sentindo falta de ar e com sintomas de problemas cardíacos.

Entretanto para poder escutar o coração da mulher, que segundo ele tinha sobrepeso e seios muito fartos, seria necessário encostar o rosto inteiro no peito da paciente para escutar seus batimentos cardíacos e os sons da respiração. O ato o deixou muito constrangido devido ao contato intimo excessivo, ainda mais para a época.

De acordo com o médico o método de escuta direta era inadmissível devido a idade e ao fato do paciente ser mulher. Assim ele teria colocado um objeto cilíndrico entre o peito da paciente e seu ouvido, o que se mostrou extremamente eficaz, além de evitar constrangimentos.

Desta forma a ideia do estetoscópio começou a ganhar força na cabeça do médico, que também era carpinteiro. Então usou um cilindro oco de madeira de 25cm de diâmetro por 2,5cm de comprimento para escutar os sons dos corpos dos seus pacientes cardíacos durante os atendimentos e constatou a clareza dos ruídos dentro do tórax, antes impossível de se obter pelos métodos convencionais.

Segundo René Laennec …”fiquei surpreso e satisfeito ao descobrir que eu podia, assim, perceber a ação do coração de uma maneira muito mais clara e distinta do que se eu alguma vez tivesse sido capaz de fazer isso pela aplicação imediata do meu ouvido.”

Infelizmente este novo método com o uso do estetoscópio não foi aceito totalmente pelos demais médicos do período. Entretanto aos poucos a obvia eficácia do aparelho ficou evidente e hoje o estetoscópio é um instrumento médico popular não apenas pelos médicos mas por outras especialidades da área da saúde como nutricionistas, enfermeiros, fisioterapeutas e veterinários.

Você  também pode se interessar por:

O Estetoscópio Moderno

Estetoscópio

O estetoscópio moderno usado nos exames médicos atualmente, é bem diferente do antigo criado por Laennec, sendo formado por um ressonador, o disco metálico e gelado que todos conhecem e dois tubos maleáveis conectados a olivas auriculares feitas anatomicamente para serem inseridas nos ouvidos.

Aliás, além do coração e dos pulmões, o estetoscópio também é utilizado no exame médico para escutar os sons dos intestinos e averiguar a presença de excesso de gases ou líquidos.

Atualmente já existe até o estetoscópio Nanoeletrônico, capaz de captar sons com frequência muito baixa, ao ponto de teoricamente poder detectar o sons de células nocivas crescendo em um câncer.

estetoscópio moderno

 

Créditos de imagem: Bing images e Pixabay

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

 

Comentários
Carregando...