De onde vieram as expressões populares

De onde vieram as expressões populares “pagou o pato” ou “puxa saco”? A maioria destes ditos sobreviveram a passagem do tempo pois muitos tem cerca de um século, datando da idade média e do Brasil Colonial. Aqui vamos conhecer alguns deles e como tudo começou.

Pagar o Pato

Significa sofrer as consequências no lugar de outro sendo enganado. A origem desta expressão vem do conto escrito por Giovanni Bracciolini em 1440. Segundo a história um camponês vende um pato para uma mulher casada em troca de relações intimas com ela. O rapaz teria conseguido e exigido mais, mas a mulher teria se negado e a discussão entre eles começou. O Marido traído chega neste momento e vê a briga, quando questiona o que está havendo, o rapaz explica que a mulher lhe deve dinheiro da compra da carne do jantar. O esposo então, literalmente, Paga o Pato e encerra a discussão.

Pão Duro e Puxa Saco

A expressão Pão Duro significa sovina e apareceu pela primeira vez na década de vinte em uma peça teatral de Amaral Gurgel. Baseada na história de um mendigo que morava nas ruas do Rio de Janeiro que pedia: “Qualquer coisa, nem que fosse um pedaço de pão duro”. Quando ele morreu se descobriu que acumulara uma fortuna em contas bancárias e até imóveis pela cidade.

Quando uma pessoa é chamada de Puxa Saco ou bajulador significa que faz tudo para agradar alguém em que possui algum tipo de interesse. Mas originalmente era o apelido dado ao soldado que nas viagens carregava os sacos de roupas dos oficiais superiores.

Quinto dos Infernos

Quando alguém mora longe e num local ruim costumamos dizer que mora no Quinto dos Infernos. Esta expressão surgiu na época do Brasil colônia quando os portugueses cobravam o Quinto, um imposto sobre o ouro extraído do Brasil. Vinte por cento deste ouro era enviado para Portugal. Quando o navio se aproximava os portugueses diziam que estava chegando o Quinto dos Infernos ou o imposto do Brasil. Enfim, nosso país era considerado um lugar longe e muito ruim segundo os portugueses.

A Cobra vai Fumar

A expressão significa que algo importante ou intenso vai acontecer. Ela surgiu na época da segunda guerra mundial quando a Força Expedicionária Brasileira lutou na Europa. O símbolo usado por eles foi o de uma cobra fumando um cachimbo, uma provocação à um jornalista carioca que disse ser mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar numa guerra.

 

Você também pode se interessar por:

 

Espírito de Porco

Quando alguém faz uma brincadeira de mau gosto dizemos que tem espirito de porco. Esta expressão teria se originado séculos atrás de uma história do evangelho de São Marcos no novo testamento. Visto que, espíritos ruins teriam se apossado de um grupo de humanos e os forçado a praticar  atos condenáveis. Jesus então teria permitido que estes espíritos se transferissem para uma vara de porcos, deixando os homens livres de suas influencias e capazes de desfazer o mal praticado.

De onde vieram as expressões populares

Então, independente de onde vieram as expressões populares a verdade é que ainda se encaixam em muitas situações atuais, dando até um tom bem humorado à momentos desagradáveis. Afinal todos tem um parente com Espírito de porco e que quando chega sabemos que a Cobra vai fumar.

 

 

Créditos da imagem: pxhere

Comentários
Carregando...