Conheça 2 descobertas da arqueologia subaquática que contribuíram significativamente para entender a história

Os oceanos e os mares sempre fascinaram as pessoas, especialmente sabendo que apenas uma pequena porcentagem deles foi explorada.

A arqueologia subaquática pode ainda não ser uma prática da arqueologia pouco explorada, mas teve um grande desenvolvimento nas últimas décadas. Além disso, as descobertas que vemos a cada ano mudam os livros de história, fornecendo aos historiadores muito material para novos pensamentos.

 

Pavlopetri: a maravilha arqueológica mais antiga submersa 

Pavlopetri

Localizado na região do Peloponeso na Grécia, a poucos metros abaixo da superfície da água e da costa, está Pavlopetri. Até hoje, é considerada a cidade submersa mais antiga já descoberta, com provas de que existiu há mais de 5000 anos.

O geólogo Fokion Negri descobriu Pavlopetri pela primeira vez em 1904, mas nenhuma escavação começou até o final dos anos 60. A cidade foi explorada pela primeira vez pelo oceanógrafo Dr. Nicholas Flemming e seu grupo de arqueólogos.

O que foi descoberto foram os restos de uma grande cidade bem estruturada com muitos prédios e ruas, claramente visíveis de baixo d’água, mesmo depois de quase 5.000 anos.

Essa impressionante descoberta da arqueologia permaneceu escondida por milhares de anos e seus restos mortais são claramente visíveis de cima, ficando submersos a apenas quatro metros abaixo da superfície.

Infelizmente, a cidade submersa de Pavlopetri estava fortemente ameaçada até o ano de 2016. Como os grandes navios turísticos costumavam ancorar na Baía de Vatika, acabavam despejando resíduos químicos nas águas que danificavam as ruínas. Além disso, estava desprotegida do público, o que significa que praticamente qualquer pessoa podia visitá-la.

Felizmente, em 2016, o governo colocou boias em todo o perímetro com o objetivo de impedir que barcos e embarcações menores navegassem por cima dos vestígios arqueológicos e potencialmente viessem a danificar as ruínas. Desta forma, esta maravilha arqueológica submersa, permanecerá segura até o momento que possa ser explorada mais intensamente.

 

Thonis-Heracleion: a maravilha arqueológica submersa mais significativa

Heracleion

Talvez a descoberta mais significativa na arqueologia desde o início do século, já que Heracleion definitivamente ajudou a reescrever a história do Egito. Antes de sua descoberta oficial no ano de 2000, a cidade era praticamente um mito, pois não havia evidências de sua existência além de poucos textos antigos.

Construída por volta do século 8 aC, tornou-se uma das maiores e mais importantes cidades portuárias do mundo antigo. Ninguém poderia entrar no Egito pelo Mar Mediterrâneo sem passar primeiro por Heracleion. A cidade existiu até cerca do século 8 dC, quando afundou devido a uma série de catástrofes naturais.

Desde sua descoberta, as escavações nunca pararam. Embora mais de 1000 anos tenham se passado, artefatos de todos os tamanhos sobreviveram com sucesso sob a proteção de uma espessa camada de areia. Até agora, os arqueólogos encontraram mais de 60 ruínas de navios, bem como mais de 700 âncoras.

Você também pode se interessar:

Mais importante ainda, tesouros de moedas de ouro, joias, cerâmicas e estátuas incrivelmente bem preservadas foram retiradas do fundo do mar e fornecem continuamente mais informações e evidências da vida em Heracleion, além da cultura do Egito e da Grécia desse período antigo.

Finalmente, entre as muitas fundações que permanecem, os arqueólogos identificaram o lendário templo de Amon, que foi mencionado em inscrições antigas. Mas pouco se sabe sobre a antiga cidade de Heracleion até hoje. Estima-se que apenas menos de 10% da cidade atual tenha sido explorada, o que significa que continuará sendo um dos tópicos mais significativos da arqueologia nas próximas décadas.

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

Crédito imagem: pixabay

 

Comentários
Carregando...