É assim que o coronavírus afeta seu corpo, da cabeça aos pés

A essa altura, quase todo mundo conhece alguém que teve o corpo infectado pelo novo coronavírus da China. Incansavelmente se procura desenvolver uma medicação, ou mesmo uma vacina, que possa tratar o COVID-19.

Ainda não se sabe com certeza como o vírus se comporta, já que os efeitos da doença, tem se apresentado diferente para cada indivíduo. De fato, a grande maioria das pessoas é assintomática, não apresentando sintoma algum, mas para uma parte, variados sintomas são relatados.

Alguns relatam a perda de olfato; outros a perda do paladar. Há quem teve problemas gastrointestinais, além de outros. Conforme o vírus se dissemina mundo a fora, mais se aprende sobre como ele pode agir ao infectar o corpo de alguém.

 

Nariz e boca

Dor de garganta

O vírus se espalha quando gotículas da tosse, espirro ou respiração de uma pessoa infectada, entra em contato com olhos, nariz ou boca. Eles também podem estar no ar ou em alguma superfície em que você toca e se contamina ao passas a mão no rosto, permitindo que o vírus chegue e se aloje nas mucosas da garganta e infecte o corpo.

Se você não for assintomático, os sintomas poderão aparecer em até 14 dias após a infecção, de acordo com o Ministério da Saúde. Esse tempo até que algum sintoma apareça ocorre porque o vírus está se multiplicando em seu corpo e infectando outras células saudáveis.

Os primeiros sintomas como a febre e a tosse, normalmente ocorrem aonde o vírus entra primeiro. Um estudo realizado por médicos otorrinolaringologistas na Bélgica, afirma que aproximadamente 86% dos infectados não graves, relataram a perda de olfato e paladar nos estágios iniciais da doença.

 

Garganta

Dor de garganta

Após acessar seu corpo pela boca ou nariz, ele desce pelo trato respiratório até a garganta. A Organização Mundial da Saúde, por meio de um relatório relatou que cerca de 14% dos pacientes infectados com o vírus, sofriam dores de garganta em decorrência da inflamação da garganta. No entanto, a dor de garganta pode ser causada por diversas outras condições e não necessariamente pelo vírus do coronavírus.

Você também pode gostar:

Pulmões

Pulmões

Conforme o vírus se desenvolve no corpo da pessoa infectada, a próxima etapa é atingir os pulmões, o órgão mais prejudicado pelo vírus. É então que a falta de ar é sentida, já que seus pulmões estão inflamados.

A falta de ar como sintoma do COVID-19, ocorre somente em pessoas que desenvolveram a doença de uma forma mais grave, quando a Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) ocorre. Neste estágio, o vírus já atacou os tecidos e vasos sanguíneos nos alvéolos (pequenos sacos de ar nos pulmões), levando muitos pacientes ao uso de um ventilador mecânico que os ajude a respirar.

 

Estômago

Algumas pessoas que contraíram o vírus, relataram problemas intestinais. Conforme o site Stanford Medicine, uma pesquisa publicada na Gastroenterology por seus pesquisadores () no dia 10 de abril, mostrou que cerca de 1/3 dos pacientes infectados pesquisados, apresentaram sintomas gastrointestinais, como diarreia, náusea e perda de apetite.

Segundo Alexander Podboy, um dos responsáveis pela pesquisa, no grupo de pacientes pesquisados, “todos apresentavam sintomas respiratórios antes do desenvolvimento de sintomas gastrointestinais. Nenhum paciente apresentou sintomas gastrointestinais antes do desenvolvimento de sintomas respiratórios ou como sua única manifestação de COVID-19″.

 

Dedos dos pés

O vírus tem a capacidade de causar danos ao corpo, coagulando o sangue. Um pequeno grupo de pessoas, relataram sofrer com erupções nos dedos dos pés, enquanto infectados.

Este tipo de lesão possivelmente tem acontecido devido a micro coágulos ocorridos nos tecidos sanguíneos dos dedos. Adam Cuker, hematologista e professor associado de medicina no Hospital da Universidade da Pensilvânia relata que “os pacientes estão produzindo coágulos em todo o lugar. Isto está tornando o gerenciamento desses pacientes muito desafiador.”

Estes coágulos causam mais problemas do que simples lesões no corpo. Eles podem resultar em ataque cardíaco ou derrame. Médicos americanos relatam o aumento desproporcional de óbitos por derrame, em pessoas de 30 e 40 anos com o Covid-19.

 

Todo o seu corpo

Paciente no hospital

A partir do momento que seus vasos sanguíneos são atacados, impedindo que os pulmões se oxigenem, o sangue passa a não receber a quantidade necessária de oxigênio. Uma vez que o sangue não consegue fornecer oxigênio para os outros órgãos do corpo, rins e fígado começam a ser afetados. Essa falta de oxigênio é o que pode fazer com que todo o seu corpo entre em colapso e se desligue por completo.

Até o momento, já são mais de 320 mil mortes pelo coronavírus. Pessoas que não resistiram aos graves sintomas causados pelo novo coronavírus da China.

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

Crédito imagem: pixabay

 

Comentários
Carregando...