Gato volta a caminhar com próteses impressas em 3D

Uma gata na Rússia, que teve suas quatro patas amputadas por terem sido congeladas devido as temperaturas abaixo de zero na região, voltou a correr e até a subir escadas novamente, graças aos veterinários que substituíram seus membros perdidos por próteses de titânio impressas em 3D.

Dymka (“névoa”, em russo), como é chamada, tem cerca de 4 anos de idade. Um motorista a encontrou em dezembro de 2018, na cidade de Novokuznetsk, na Sibéria, e a levou a uma clínica em Novosibirsk, de acordo com o site de notícias russo Komsomolskaya Pravda .

Dymka estava sofrendo de queimaduras nas patas, orelhas e cauda e foi necessário amputar as extremidades, uma vez que o rigoroso frio da região, já tinham danificado ao ponto de ser a única opção para salvar Dymka.

 

Novas próteses

Gorshkov, um dos veterinários responsáveis pelo procedimento em Dymka, colaboraram com pesquisadores da Universidade Politécnica de Tomsk (TPU) em Tomsk, na Rússia, para criar um conjunto de próteses. Os cientistas desenvolveram e aplicaram um revestimento feito de fosfato de cálcio, para ajudar a montar os implantes de titânio. Os pesquisadores usaram tomografias computadorizadas das pernas de Dymka para modelar e depois imprimir em 3D as hastes de titânio.

Você também pode gostar:

Dymka recebeu seus implantes protéticos em julho de 2019, primeiro nas pernas dianteiras e depois nas traseiras. Em um vídeo compartilhado no YouTube pela clínica veterinária em 10 de dezembro de 2019 (sete meses depois de receber suas novas patas) ela andando pela sala de exames e brincando com uma franja em um cobertor.

Dymka é agora o segundo gato do mundo a receber quatro próteses metálicas. Em 2016, a clínica de Novosibirsk realizou um procedimento semelhante, montando implantes de titânio em um gato macho chamado Ryzhik (“vermelho” em russo). Da mesma forma, exigiu uma amputação quádrupla de seus pés congelados.

Curioso por mais matérias como esta? Navegue pelo site do Mundo do Curioso ou acesse nossas redes sociais no Facebook e Twitter.

Comentários
Carregando...