A incrível busca pela Ferrari F40 desaparecida

Os carros possuem um encanto sobre a maioria das pessoas e quem realmente tem paixão por automóveis não se importa se são luxuosos, simples, grandes, pequenos, antigos ou modernos desde que seja um carro.

Porém, inegavelmente existem algumas marcas que tornam esta paixão ainda mais especial como a Ferrari, e um dos modelos mais icônicos da marca italiana é a F40, pois poucos foram produzidos sendo difícil de ser encontrada.

O youtuber britânico Scott Chivers conseguiu localizar uma Ferrari F40 com uma história incrível.

A História da Ferrari F40 do Iraque

Ferrari F40

O britânico Scott Chivers, de 46 anos trabalha como youtuber e no seu canal ele mostra a sua grande paixão: As Ferrari. Scott, caça e adquire Ferrari que já foram usadas, requerendo reparos e as reforma, devolvendo-lhes a antiga gloria original para depois vender.

Todavia, a mais desejada por ele era o modelo especial F40. O carro foi finalmente localizado na cidade de Erbil, no Iraque e pertenceu a Uday, o filho mais velho do ditador Saddam Hussein.

Inegavelmente em péssimo estado, coberto de areia com o interior gasto e deteriorado, atraiu a atenção de Scott Chivers.

Porém, apesar de ser um apaixonado pela F40 o youtuber não pode adquirir o veiculo pois o novo dono pediu S$ 1,15 milhão pelo carro.

Além disso os gastos para a recuperação do carro custaria entre 400 a 6.600 mil dólares. A F40 está em péssimo estado e sem documentação, tornando quase impossível a retirada do automóvel do país.

Entretanto existe um mistério envolvendo a F40 iraquiana, pois ninguém soube explicar como o atual dono adquiriu o carro e nem foi possível rastrear o que aconteceu com o automóvel desde a morte de Uday Hussein pelos norte americanos até chegar as mãos do atual proprietário.

A Ferrari de Enzo

Ferrari antiga por dentro

 

A famosa marca italiana, criada por Enzo Ferrari em 1929, no principio chamada de Scuderia Ferrari, apenas patrocinava pilotos e carros de corrida, mas não tinha veículos de fabricação propria.

Entretanto A produção independente começou somente em 1939 na divisão de corridas da Alfa Romeo com o nome Auto Avio Costruzioni, a empresa construiu seu primeiro carro em 1940.

No entanto, o início da empresa como fabricante de automóveis é reconhecido a partir de 1946, com a criação da Ferrari 125S, com motor V12. Mas foi somente em 1947, que o primeiro carro com o nome Ferrari foi concluído.

Você também pode se interessar por:

 

A cereja do bolo: Ferrari modelo F40

Ferrari vermelha F40

O modelo foi lançado em 1987 para comemorar os 40 anos de criação da Ferrari e, principalmente, para devolver a glória da marca que estava atrás de outras com os modelos Lamborghini Countach e o Porsche 959, por sua nova tecnologia.

Ao ser lançada se tornou uma febre e sua produção que inicialmente estava prevista para 400 unidades, se transformou em mais de 1 mil que saíram da fábrica de Maranello.

Como resultado sua produção efetiva se iniciou em 1988, terminando de ser fabricada em 1991, sendo produzidas 1.311 unidades no total.

Inegavelmente o sonho de Enzo Ferrari de criar um clássico foi realizado através da F40 um carro superesportivo coupé de duas portas, feito somente na cor vermelha, característica da marca, e com tecnologia dos carros de formula 1.

Com efeito o modelo projetado com conceitos aerodinâmicos utilizados em carros de competição tendo também tração traseira e motor central traseiro, além disso seu designe com curvas criam menos resistência com o ar e o spoiler dianteiro, assim como o aerofólio traseiro, auxiliam na aderência ao solo.

Aliás O aerofólio traseiro possui também a função de proteger a tampa traseira feita de um material tipo plástico, leve e mais resistente do que o vidro chamado Perspex, usado em todas as janelas do carro, contra a forte pressão do ar atuando nas laterais.

Em outras palavras, passados 32 anos da morte de Enzo Ferrari e 33 anos do lançamento da F40 , o modelo ainda é referencia como o maior carro projetado pela marca italiana.

Em suma, não importa a idade e nem o gênero, a verdade é que certos automóveis e marcas se tornaram ícones e são amados e cobiçados no mundo todo.

Infelizmente o modelo iraquiano não pode ser restaurado, mas sabe-se agora sua existência e localização. Desta forma, talvez um dia ela possa voltar a ter os cuidados certos e retomar a gloria original, sonhada por seu criador Enzo Ferrari.

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

 

Comentários
Carregando...