Lado escuro da Lua: Confira 10 imagens impressionantes fotografadas pela missão lunar chinesa

A missão Chang’e 4 nos deu centenas de imagens do lado escuro da Lua e continua operando meses após o término da missão.

Durante os primeiros dias de 2019, uma enorme lacuna no estudo do sistema solar foi finalmente preenchida. Enviamos sondas para todos os planetas ao nosso redor, encontramos cometas, pousamos em asteroides e até mesmo em uma das luas de Saturno. Conquista após conquista, sempre olhando para os cantos mais profundos de nossa galáxia e além; tudo isso antes de pousarmos no outro lado de nosso satélite natural, a Lua. 

Trilhas do rover Yutu-2

trilhas rover yutu 2
Trilhas do rover Yutu-2 fotografadas no 8º dia lunar da missão

Finalmente, essa conquista foi feita pela Agência Espacial Chinesa com o pouso bem-sucedido da missão Chang’e 4 na superfície lunar em 3 de janeiro de 2019. Apenas 12 horas depois, o rover lunar “Yutu-2” deixou os primeiros vestígios de correntes na superfície do solo lunar.

Cratera Von Kármán

cratera von karman
Vista da cratera Von Kármán

Chang’e 4 marcou o retorno ao nosso satélite após anos de abandono e esforços para estudar o resto do sistema solar. O interesse pela Lua começou a diminuir depois que o programa Apollo terminou em 1972, e 1976 sendo a última missão robótica.

superficie irregular lunar
Superfície irregular lunar

A situação permaneceu a mesma até dezembro de 2013, quando a China pousou a primeira espaçonave Yutu no lado que conhecemos da lua como, parte da missão Chang’e 3. Assim, a China tornou-se o terceiro país, depois dos Estados Unidos e da União Soviética com tal conquista.

foto panoramica 1
Imagem panorâmica – ao fundo, sonda de pouso

No entanto, a missão Chang’e 3 não correu como esperado e um problema técnico prejudicou a espaçonave estacionária logo após o pouso. Acredita-se que a provável causa, tenha sido colidir com as rochas antes do esperado. Diante desses problemas, a Agência Espacial Chinesa deu um passo ousado.

foto panoramica 2
Imagem panorâmica do lado escuro da Lua

Devido à atração gravitacional da Terra, vemos apenas um lado da Lua, o outro sempre permanece oculto (lado escuro da lua). É por isso que Chang’e 4 pousou durante a lua nova; quando o lado mais próximo do nosso satélite está escuro e o oposto está totalmente iluminado pelo sol.

Módulo de pouso

modulo de pouso missao
Imagem do Yutu-2 do módulo de pouso

Não importa em que lado eles pousem, as missões para a lua devem durar duas semanas na escuridão completa, seguidas por mais duas em luz forte. A única maneira de aprender mais sobre o lado escuro da Lua é enviar sondas (ou pessoas) para ver mais de perto.

yutu 2 unidade de patrulha
Yutu 2 – Unidade de patrulha

A primeira foto do lado escuro da Lua, foi tirada em 1959, porém uma sonda só pousou lá em janeiro de 2019 com a missão Chang’e 4. A NASA rejeitou a ideia de enviar a Apollo 17 para o lado escuro da lua, a última missão tripulada a pousar na lua na década de 1970, por causa das dificuldades de comunicação, já que a lua bloqueia os sinais de rádio vindos da Terra.

Yutu 2 ponto a
Foto 360 tirada pelo Yutu 2

Por quase dois anos, temos recebido mais e mais fotos do outro lado escuro da Lua, graças ao rover Yutu-2. Originalmente, a missão deveria terminar por volta de abril de 2020, pois esta era a vida útil aproximada do rover com base em especialistas. Surpreendentemente, o Yutu-2 ainda está conquistando novas distâncias do outro lado da Lua, mais de 6 meses a mais do que o plano original.

rastros rover
Rastros deixados pelo rover Yutu 2

Você também pode se interessar:

cratera von karman 2
Cratera Von Kármán

A Agência Espacial Chinesa está agora pronta para sua próxima missão, que se chamará Chang’e 5 . Embora a data de lançamento oficial de 24 de novembro esteja sujeita a mudanças, certamente devemos esperar que seja lançado nas próximas semanas antes do final do ano. Ao contrário de Chang’e 4, a próxima missão foi planejada para retornar à Terra com pelo menos 2 kg de amostras lunares, o que será uma grande conquista que estabelecerá as bases de uma nova geração de descobertas sobre a Lua.

 

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

 

Crédito imagem: Lunar and Planetary Multimedea Database

Comentários
Carregando...