Nanotecnologia chinesa pode destruir COVID-19

enquanto cientistas e pesquisadores do mundo todo estão focados para descobri um tratamento eficaz contra o coronavírus SARS-CoV2, seja uma vacina ou um novo medicamento. Aparentemente  a nanotecnologia chinesa pode destruir covid-19.

Aliás os chineses parecem ter investido neste tipo de tecnologia para achar uma solução. Segundo o jornal Global Times um instituto de pesquisa chinês anunciou que desenvolveu um nanomaterial que pode absorver e desativar o coronavírus com 96,5% a 99,9% de eficacia.

Nanotecnologia

Conforme a norma ISO/TS 80004 os nanomateriais são definidos como qualquer material com estruturas externas, estrutura interna ou estrutura superficial dentro das dimensões da nanoescala e a nanoescala tem definição como tamanho médio entre 1 nm e 100 nm.

Ou seja, são objetos constituídos por partículas com dimensão entre 1nanometro e 100 nanômetros, sendo um nanômetro igual a um milionésimo de milímetro, aproximadamente 100.000 vezes menor que o diâmetro de um cabelo humano.

Primordialmente a nanotecnologia lida com partículas dentro destas medidas e atualmente está presente em inúmeras áreas como eletrônica, ciência da computação, física, química, biologia, engenharia dos materiais e na saúde, onde hoje já existem as nanoenzimas, partículas sintéticas que atuam no corpo da mesma forma que as enzimas, porém de forma seletiva, no ataque somente as células cancerígenas.

Nanotecnologia chinesa pode destruir covid-19

De acordo com o anúncio publicado no Global Times journal, o engenheiro químico Thomas Webster tem conduzido testes em laboratório com um nanomaterial, em uma filial do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos Estados Unidos, na província de Anhui.
Certamente os testes do novo material foram, aparentemente, positivos pois segundo a publicação o nanomaterial pode absorver e desativar o coronavírus com 96,5% a 99,9% de eficacia.

Primeiramente é necessário observar que a nanotecnologia tem a capacidade de criar objetos de qualidade superior aos existentes hoje, a partir da organização dos átomos da forma desejada.

Aliás atualmente esta tecnologia engloba muitas áreas de pesquisa em diversos setores e, no caso, segundo os relatos da mídia chinesa estes nanomateriais, criados em testes de laboratório no leste da China, poderiam criar fármacos eficazes para proteger o corpo humano, pois este exército nanotecnológico com o tamanho até 100 mil vezes menor do que a espessura de um fio de cabelo possui característica de enzimas, similares as nanoenzimas usadas contra o câncer.

Você também pode se interessar por :

 

Assim dentro do corpo, os nanomateriais se ligam ao vírus SARS-CoV-2 e interrompem sua estrutura através de emissões de luz infravermelha.

Porém Ainda não se sabe, quando testes em humanos poderiam ser iniciados, desta forma o primeiro uso destes nanomateriais seriam na produção de máscaras e na fabricação de purificadores de ar, tudo para proteger as pessoas e conter o covid-19.

Todavia caso os Chineses tenham sucesso com a nanotecnologia o tratamento, provavelmente, só estaria disponível mundialmente apenas em 2021, até lá os cuidados permanecem os mesmos divulgados pela Organização Mundial de Saúde e pelo ministério da saúde.

Assim, lavar as mãos sempre que necessário e da forma correta, ou higienizar com álcool gel ou álcool 70%, usar as medidas de prevenção, se precisar sair como o uso correto da máscara, não tocar no rosto sem lavar ou higienizar as mãos, dependendo do caso usar luvas.

Inegavelmente se precisar ir ao mercado comprar o necessário, limpar os produtos antes de armazenar, trocar as roupas e lavá-las, deixar os sapatos usados isolados para serem limpos e tomar um banho, para só então ter contato com os familiares.

Mas se possível, apenas continue em casa, se estiver realizando home office dedique-se e se não estiver aproveite para realizar diversos cursos gratuitos disponíveis na internet, torne este período  produtivo e menos estressante, no intuito de preservar a própria saúde e a dos familiares, até que um medicamento ou vacina estejam prontos e disponível a todos.

 

Créditos de imagem: mackenzie.br

Comentários
Carregando...