O Chaves e sua turma, quem eram as pessoas por trás dos personagens

Um dos programas de TV mais amados do Brasil, o Chaves , saiu do ar no Brasil após 36 anos alegrando as tardes de muitos adultos e crianças. Mas apesar do grande sucesso do programa e dos seus personagens, pouco se sabe sobre quem eram as pessoas por trás dos personagens, então separamos um pouquinho da história de alguns.

 Seu Madruga

Seu Madruga

Ramón Antonio Estebán Gómez de Valdés y Castilho, mas para a sua familia ele era apenas “Moncho”, apelido carinhoso que recebeu aos dois anos de idade.  Ramón Valdez atuou em mais de 50 filmes, mas só ficou popular no Brasil devido ao seu personagem no programa do Chaves que começou a ser exibido no país em 1985 pelo SBT.

Além do Seu Madruga, Ramón Valdés deu vida a outros personagens que se tornaram inesquecíveis como o Super Sam, o pirata Alma Negra e o bandido Tripa Seca. Muito querido pelos seus colegas de trabalho, em especial pelo ator Edgar Vivar, o Senhor Barriga.

Ramón Valdés foi casado três vezes e ao todo teve dez filhos. Após sair do programa do Chaves por desentendimentos com Florinda Meza, esposa de Bolaños e a Dona Florinda no programa, foi trabalhar no circo ao qual se dedicou até o fim da sua vida. O Ator morreu aos 64 anos de câncer no estômago, devido ao fumo e sem saber da doença, pois sua família optou por não lhe contar o diagnostico a fim de mantê-lo calmo.

Entretanto uma das últimas pessoas a vê-lo com vida no hospital, foi o ator Edgar Vivar. Segundo ele Ramón teria lhe dito “Senhor Barriga, agora não poderei mais lhe pagar o aluguel”.

Sr. Barriga e Nhonho

Seu Barriga

Edgar Vivar antes de começar a atuar profissionalmente, se formou em medicina e chegou a trabalhar por dois anos na área da saúde. Entretanto o amor pelo teatro falou mais alto e, enquanto estudava para ser médico, também fez aulas de interpretação. Roberto Bolaños assistiu a um divertido comercial onde Edgar Vivar atuava e o convidou para participar do seu programa como o Senhor Barriga, sendo um dos poucos atores a ficar até o encerramento em 1995.

Mas a carreira do ator não parou e ele continuou atuando em peças de teatro, filmes, novelas e até no circo. Na verdade Edgar atuou inclusive em produções norte americanas  em 2006 no filme As Bandidas com a atriz Salma Hayek e Penélope Cruz e, em 2007 no filme O Orfanato. Além disso dublou personagens em duas famosas animações Ratatouille e Meu Malvado Favorito 2.

Entretanto apesar de possuir fãs em muitos países, o ator possui um carinho muito grande pelo Brasil onde costuma vir participar de programas e eventos com os fãs. A primeira vez em que esteve no país foi em 2003 para participar do programa no SBT , com a Sonia Abrão e desde então não parou mais, sendo a sua ultima visita em junho de 2019 para participar do DreamFest em Porto Alegre no RS.

Você também pode se interessar por: 

Quico

Quico

Carlos Villagrán, começou a trabalhar ainda criança com o pai, fotografo de um jornal no México. Assim aos 23 anos o seu amor pelos esportes, principalmente o futebol, o levou em 1968 a cobrir os Jogos Olímpicos ocorridos na cidade do México e, depois em 1970 a Copa do Mundo, também no México.

Entretanto logo começou a fazer teatro e figuração em alguns programas de televisão até conseguir seu primeiro papel como um boneco de ventríloquo chamado Pirolo, com o qual fez um grande sucesso. Nesta época trabalhou com Rubén Aguirre, também conhecido como professor Girafales e se tornaram amigos.

Assim pouco tempo depois, em uma festa, Rubén Aguirre e Carlos Villagrán resolveram entreter os convidados, entre eles, Roberto Bolaños, com um show de ventriloquísmo onde Villagrán era o boneco e Aguirre o ventríloquo. Foram um sucesso e  Bolaños o convidou  para participar do seu programa.

Todavia, cerca de nove anos depois, Carlos e Bolaños se desentenderam pois ambos se diziam criadores do personagem Quico e Villagrán deixou o programa.

Então em 2003 esteve no Brasil para uma turnê  e não parou mais. Em 2016 assinou contrato para ser o vilão de um file brasileiro com Danilo Gentilli como um dos roteiristas. O filme Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola teve sua estreia em 2017 com a presença do ator.

Infelizmente após duas declarações dadas por ele em 2019 onde dizia que o enterro de Bolaños foi uma farsa, pois o caixão estaria vazio, e que a Covid-19 não existe, sua credibilidade ficou abalada.

Chiquinha

Chiquinha

Maria Antonieta de las Nieves foi atriz mirim e adorava o meio artistico, logo entrou para o programa de Bolaños em 1968 mas precisou se afastar ao ficar grávida do seu único filho em 1973. Entretanto retornou ao programa em 1975 e a sua personagem a Chiquinha era um dos mais populares.

De acordo com a atriz todos os trejeitos da sua personagem como o choro exagerado e o vestido foram criados por ela. Além disso o nome da personagem viria das “chiquinhas” que a personagem usava nos cabelos. Mas os textos e a ideia eram de Roberto Bolaños.

Devido a disputas pela posse da personagem, Maria e o criador do Chaves se desentenderam, ficando sem se falar. Um ano antes de Roberto Bolaños falecer, a atriz teria tentado entrar em contato mas o ator e produtor nunca retornou suas ligações ou cartas.

Maria de las Nieves percorreu muitos países fazendo shows com sua personagem Chiquinha, inclusive no Brasil. Porém com a idade e inúmeros problemas de saúde, a atriz resolveu reduzir o ritmo de trabalho.

Entretanto o que realmente mudou a vida da atriz foi a perda do seu marido em setembro de 2019. De acordo as palavras da atriz ” Hoje minha vida mudou totalmente. O amor da minha vida  se foi. Não sei mais o que posso ser…”

Dona Florinda

Florinda

Florinda Meza teve uma infância precária. Criada pelos avós e vitima de maus tratos, o que a salvou foi o desejo de ter uma vida diferentes e sua personalidade forte. Sua mãe era esquizofrênica e em uma crise jogou um ferro de passar roupas no rosto da atriz, ainda criança. Em virtude disto precisou passar por diversas cirurgias corretivas, mesmo já adulta.

Ao descobrir seu amor pelas artes cênicas trabalhou muito para pagar os cursos e seus professores começaram a enviar cartas de recomendação a grandes empresários, sobre seu talento. Assim em 1968 ela conhece o criador do Chaves e entra para o programa fazendo inúmeros personagens.

O relacionamento amoroso entre Florinda e Bolaños começou nove anos depois e ficaram juntos até a morte do eterno Chaves em 2014.  Florinda Meza, durante o período em que atuou no programa,  se aprimorou com estudos  tornando-se escritora e produtoras de novelas que fizeram sucesso no México e, uma delas no Brasil.

A novela La Dueña, foi transmitida pelo SBT com o nome de Amor e Ódio em 1995.  A atriz nunca se casou novamente e trabalha até hoje com eventos culturais.

Chavez

Chaves

Conhecido como Chespirito, Roberto Gómez Bolaños foi o criador do Programa Chaves ou El Chavo del Ocho. Foi o programa mais querido entre adultos e crianças brasileiras nestes 36 anos em que foi transmitido pelo SBT devido ao humor simples e ingênuo com personagens cativantes.

Apesar de todo o sucesso, as inúmeras desavenças pela posse intelectual dos famosos personagens com os atores principais do show cobraram seu preço e alguns se afastaram de Bolaños.

Apesar de a maioria dizer que tentaram se reconciliar com ele, isto nunca aconteceu realmente. Casado com Florinda Meza até sua morte em 2014 por parada cardíaca, só teve filhos com sua primeira esposa Graciela Fernández Pierre, que foi a pessoa quem confeccionou a roupa do Chapolin Colorado usadas em todos os episódios.

Aliás foi gravando o programa do Chapolin que o ator sofreu um acidente quando um pedaço do cenário caiu em seu olho. Por causa disto houveram alguns episódios em que o personagem aparece usando tapa olho. Em virtude disto, resolveu reduzir as cenas de ação por não conseguir fisicamente fazê-las.

Entretanto seu programa de maior sucesso no México foi Chespirito, do qual acabou ganhando o apelido. Mas foi o Chaves e Chapolin que o tornaram popular fora de seu país, principalmente no Brasil, onde esteve rapidamente na década de 1980, ficando surpreso com o carinho, mas nunca conseguiu voltar devido a problemas pessoais.

Porém ao longo dos anos manteve contato com a imprensa e com os fãs brasileiros e em uma de suas ultimas entrevistas para a TV brasileira em 2011 teria dito “…Amo vocês, seja como vocês são, como eu conheço vocês: muito alegres, muito brincalhões, bons, sejam muito brasileiros. Brasil amo vocês…”

 

 

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

Comentários
Carregando...