O Mistério dos Corpos que não se decompõe: os Incorruptos

Todo ser vivo, seja animal ou planta ao morrer, inevitavelmente, começa a se degradar iniciando sua putrefação. Entretanto os chamados Corpos Incorruptos estranhamente não passam por este processo natural e por isso eram considerados santificados. Separamos alguns personagens ilustres que trazem o mistério dos corpos que não se decompõe: os incorruptos .

A morte

A morte

Quando o individuo falece o corpo passa por varias etapas como rigidez dos músculos, mudança de coloração da pele que acaba se tornando acinzentada e aos poucos o processo de decomposição vai acontecendo de maneira cada vez mais desagradável.

Entretanto existe um modo de driblar este processo e evitar a decomposição do corpo através da técnica de embalsamamento, conhecida e aplicada desde o antigo Egito. Atualmente o processo foi modernizado mas a teoria continua a mesma.

Os fluidos do corpo são substituído por formol e outros produtos que impedem a ação de bactérias e fungos, entre outros agentes patogênicos, responsáveis pela decomposição. Mas existem pessoas que ao morrerem misteriosamente tem seus corpos poupados do estado de putrefação e a ciência ainda não entende como isto ocorre.

O Mistério dos Corpos Incorruptos

corpos incorruptos

O fenomeno dos Corpos que não se decompõe, os Incorruptos, acometem pessoas de várias idades e o fenômeno pode ocorrer no corpo todo ou em partes do corpo como no rosto e nas mãos ou em alguns órgãos internos.

Ao longo da história existem inúmeros exemplos de Corpos Incorruptos, que foram canonizados e se tornaram santificados. Durante séculos a igreja católica defendia que apenas os católicos com fé inabalável seriam capazes de na morte permanecerem intocados e preservados, inclusive este era um requisito para a beatificação e canonização dos candidatos.

Devido a essa regra era natural exumar os falecidos que estavam concorrendo a canonização e a prática durou até o século XX. Na exumação havia a participação de médicos, cientistas e membros importantes da igreja católica com o intuito de comprovar o estado do Corpo não decomposto ou Incorrupto.

A maioria dos santos em estado de Corpo Incorrupto estão em exposição em igrejas por toda Europa, e a maioria parecem estar dormindo tranquilamente nos seus caixões de vidro.

Alguns Corpos incorruptos Santificados pela Igreja

Apesar de existirem no mundo todo, os mais famosos e antigos Corpos Incorruptos que não se decompõe estão nas igrejas europeias. Estas múmias atraem peregrinos de todas as religiões, além de curiosos de toda a parte do planeta. Estes são alguns dos principais corpos incorruptos santificados: Santa Rita de Cássia, Santa Bernadete de Lourdes, Santa Catarina de Bolonha, São Silvano, Padre Pio.

Santa Rita de Cássia

Santa Rita de Cássia

Falecida em 1497 Santa Rita de Cássia ficou conhecida como a santa das causas impossíveis e seu corpo está exposto ao fieis na Itália na Basílica de Santa Rita na cidade de Cascia. Além do corpo que não se decompõe, como seria o normal, estando preservado, alguns dizem que já presenciaram os olhos da Santa se abrir e fechar sozinhos e ela parece mudar de posição dentro do caixão de vidro hermeticamente fechado.

São Silvano

São Silvano

Este santo foi morto no século 4 com um profundo corte no pescoço a mais de 1700 anos atrás e seu corpo não se decompõe, continua intacto na Croácia, exposto na igreja de São Brás na cidade de Dubrovnik. Curiosamente ele teria sido um ator e conheceu os cristãos por casualidade, mas este encontro mudou seu caminho e sua vida, fazendo-o deixar os palcos do teatro e se voltar para sua fé. Sua história é praticamente desconhecida com excessão do que é mencionado a seu respeito no Novo Testamento.

Você também pode se interessar por: 

Santa Bernadete de Lourdes

Santa Bernadete de Lourdes

Santa Bernadete faleceu em 1879 e para ser canonizada e beatificada seu corpo foi exumado trinta anos depois de sua morte em 1909. Surpreendentemente estava totalmente intacto e a Santa parecia estar dormindo tranquilamente, assim como nas outras duas futuras exumações que seu corpo sofreu nos anos de 1919 e depois em 1925, sendo a terceira e última exumação onde mostrou que seu corpo não se decompõe.

As avaliações passadas pelo corpo foram acompanhadas de médicos, cientistas e por avaliadores da igreja católica e todos se surpreenderam pois Santa Bernadete, inexplicavelmente, não tinha nenhum sinal de putrefação. Atualmente o seu corpo que não se decompõe foi recoberto com uma finíssima camada de cera para garantir sua integridade e, se encontra em uma urna de vidro na Igreja Saint Gildard em Nevers na França.

Santa Catarina de Bolonha

Santa Catarina de Bolonha

Santa Catarina de Bolonha morreu em 1463 e foi enterrada em uma cova sem nenhuma proteção ou caixão para assegurar a integridade do corpo e cerca de 18 dias após sua morte, foi exumado e estava intacto. O médico que constatou o fato Giovanne Marcanova foi incapaz de explicar como aquilo era possível, pois a Santa não havia sido embalsamada e havia ficado em contato com o solo durante quase 20 dias.

Catarina de Bolonha foi canonizada e beatificada. Seu corpo que não se decompõe, incorrupto, teve as roupas trocadas e foi colocado sentado em uma cadeira onde repousa até hoje mais de 500 anos depois de sua morte. Santa Catarina está na Itália em Bolonha na Capela da Ordem das Clarissas da Igreja Corpus Domini e seu trono se encontra dentro de uma proteção de vidro, para que o publico possa visita-la e pedir bênçãos, porém infelizmente sua frágil pele ficou escurecida devido a fumaça das velas.

Padre Pio

Padre Pio

Padre Pio nasceu na Itália em 1887 e sofreu anos das famosas feridas chamadas Estigmatas, além de dedicar a vida toda a fé cristã. Este capuchinho faleceu em 1968 sendo canonizado pelo Papa João Paulo II  em 2002. Quando seu corpo foi exumado em 2008 estava perfeito, assim foi confirmado que seu Corpo não se decompõe, ou seja, estava Incorrupto, tornando-o santificado.

O Corpo Incorrupto de Padre Pio está repousando na Itália, seu país natal, na Igreja Santa Maria das Graças em San Giovanni Rotondo, dentro de um caixão de vidro. O corpo está completamente intacto com a cor da pele totalmente normal como se estivesse dormindo.

Crédito de imagem: Bing Images e Pixabay

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

Comentários
Carregando...