Os 5 boatos mais Bizarros a respeito do covid-19

Literalmente se procurar o significado da palavra boato o que aparece é uma noticia cuja origem é desconhecida e normalmente falsa que é publicamente divulgada em tom de verdade. O maior problema dos boatos é que dependendo do assunto, muitas pessoas podem acreditar neles e seguir o que dizem, além de passá-lo adiante. No caso, os boatos mais bizarros a respeito do covid-19 pode também torná-lo ainda mais perigoso, pois algumas noticias falam em tratamentos e comportamentos que não auxiliam a população masque podem agravar a saúde daqueles que os seguir.

Os 5 boatos mais Bizarros a respeito do covid-19

Nostradamus teria previsto a pandemia por coronavírus

No seu livro de profecias escrito em 1555, Nostradamus teria escrito uma mensagem onde previa a pandemia, o texto seria assim: “E no ano de gêmeos , surgirá uma rainha desde o oriente que estenderá sua praga vinda dos seres da noite à terra das sete colinas transformando ao pó os homens do crepúsculo para culminar na sombra da ruína”.

Assim sendo onde na interpretação deste suposto texto de Nostradamus nos trechos onde diz ano de gêmeos seria referente a 2020, a rainha remete a coroa ou corona, oriente remete a China, seres da noite referente aos morcegos, terra das sete colinas ou Itália, homens do crepúsculo pessoas idosas e culminar na sombra da ruína seria o caos econômico.
Todavia este texto não consta no livro mencionado e, além disso o coronavírus surgiu pela primeira vez na China em 2019. A origem da suposta profecia é desconhecido e certamente muito imaginativo porém totalmente falso.

Chá de erva doce protege contra a doença

primeiramente, não o chá de erva doce não ajuda nem protege contra o covid-19.Aliás essa noticia nasceu em 2009, na época em que o H1n1 estava no auge e havia muitos casos de pessoas contaminadas ou suspeitas. Além disso, segundo segundo a comunidade médica e declarações do ministérios da saúde o chá de erva-doce não tem relação com o Tamiflu, muito menos possui a substancia ativa do produto o fosfato de oseltamivir.

No caso da gripe H1n1 assim como do SARS-Cov 2 o único tratamento que realmente deve ser feito são as vacinas ,no caso da gripe, e as medidas de contenção e higiene no caso do novo coronavírus. tudo o que vier diferente disto, deve ser pesquisado se há alguma menção feita pelo Ministério da saúde ou pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Gargarejo de água morna com limão ou Vinagre

De acordo com o falso boato, o coronavírus SARS-Cov2 , antes de atingir os pulmões ficaria alojado na garganta, causando tosse e dores de garganta e o doente poderia eliminá-lo apenas fazendo gargarejo com água morna com limão ou com vinagre.

Segundo a organização Mundial de Saúde, a OMS, isso é um boato falso e perigoso pois pode prejudicar a pessoa se ela estiver doente. O Covid-19 não pode ser morto nem eliminado do organismo desta forma. Ainda de acordo com a OMS, o corpo tem a temperatura média de 36° C desta forma o uso de água no gargarejo de 26° ou 27° em nada altera a situação do vírus, além disso o SARS-Cov2 fica incubado cerca de dias e os sintomas começam a aparecer entre o oitavo e decimo dia, assim a infecção já está em todo o organismos todo e não centralizada na garganta causando tosse.

De acordo com Leonardo Weissmann, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia “embora a gente saiba que a tosse seca e a dor de garganta possam ser sintomas da infecção pelo novo coronavírus, a Covid-19, isso não significa que o vírus está na garganta por quatro dias, nada disso. O tempo que o vírus vai chegar no pulmão depende de pessoa para pessoa”. Segundo o Ministério da saúde não há tratamento para o covid-19 apenas para os seus sintomas, para os quais são indicados antitérmicos e analgésicos

Vinagre no lugar do álcool gel

Segundo o Ministério da Saúde e a Anvisa o álcool em gel age rapidamente sobre micro-organismos patogênicos como vírus, bactérias e fungos, fazendo com que sua higienização seja equivalente ao da lavagem das mãos, isto porque, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, determina que esses tipos de produto tenham, no mínimo, 70% de concentração de etanol e, antes de serem vendidos , os produtos precisam apresentar eficácia contra micro-organismos nos testes de laboratório.

Porém, quanto ao uso do vinagre, não existem evidencias cientificas que lavar as mãos com o produto seja eficaz na prevenção do coronavírus, longe disto, os especialistas alertam que o uso pode causar danos sérios a pele, além disso a concentração alcoólica do vinagre é baixa para deter vírus e a maioria das bactérias.

Todavia se a intenção é substituir o álcool gel e não se pode lavaras mãos, o produto mais indicado pelos profissionais é o uso de um antisséptico em spray ou lenço umedecido antisséptico, ambos com gluconato de clorexidina.

Israel descobriu a vacina para o Coronavírus e estará disponível em maio

Segundo este boatos, cientistas teriam descoberto a vacina ou a cura para o coronavírus. As pesquisas estariam bem avançadas ao ponto do medicamento estar disponível em maio.Além disso o projeto seria realizado por 260 pesquisadores e 80 doutores e a vacina seria oral, ou seja, incríveis gotinhas indolores, e a base do estudo seria a vacina contra a bronquite infecciosa, que seria causada por um tipo de coronavírus que afeta aves.

As únicas verdades deste boato é que realmente cientistas e pesquisadores do mundo todo, incluindo o Brasil, estão trabalhando para descobrir uma vacina contra o coronavírus e, realmente, uma das bases de pesquisa é uma cepa diferente de coronavírus que causa bronquite infecciosa que acomete as aves.

Porém,agora vamos aos fatos, a vacina está longe de estar pronta e muito menos de ser a cura para o covid-19. Aliás ainda faltam inúmeros testes de segurança e eficacia, inclusive em humanos.Do mesmo modo o medicamento não tem condições de ser ofertado à população em maio, talvez dentro de três meses se os testes forem positivos.

Você também pode se interessar por:

Fato a respeito do Covid-19

A única coisa que a população precisa ter em mente é a prevenção, lavando bem as mãos ou usando produtos assépticos próprios para isso. Evitar contato com outras pessoas e aglomerações e acima de tudo, em caso de dúvidas ou se apresentar algum dos sintomas da doença, entrar em contato com os órgão responsáveis e pedir ajuda.

 

Comentários
Carregando...