Por que as abelhas são tão importantes para a nossa sobrevivência?

Globalmente, existem mais abelhas polinizadoras do que outros tipos de insetos polinizadores, por isso elas são as polinizadoras mais importantes do mundo. Estima-se, que um terço da comida que consumimos todos os dias dependa da polinização, principalmente por abelhas, mas também por outros insetos, pássaros e morcegos.

Muitas frutas e vegetais necessitam da polinização para produzirem. Os exemplos incluem abacate, soja, brócolis, abóbora e girassóis para óleo, pepino, frutas cítricas, pêssegos, kiwis, cerejas e melões. Para safras de mirtilos e amêndoas, a abelha desempenha um papel essencial na polinização de safras comerciais, com cerca de 80% da safra dos Estados Unidos sendo dependente das abelhas.

As abelhas também podem polinizar o trevo e a alfafa, que são usados ​​na alimentação do gado, portanto, há implicações para a indústria de carne e laticínios também. E isso sem falar na enorme variedade de produtos alimentícios industrializados feitos com todos esses ingredientes.

Além disso, as abelhas melíferas desempenham um papel significativo na polinização de outras culturas importantes, como algodão e linho. Além de uma série de produtos não alimentícios valiosos produzidos pelas abelhas, como a cera de abelha usada em produtos de limpeza e beleza.

 

Abelhas e a economia

Colmeias de abelhas

Muitas culturas alimentares de floração no Brasil dependem de abelhas para este serviço, como maçãs, peras, morangos e mirtilos por exemplo. Mesmo que uma cultura não seja polinizada diretamente por uma abelha melífera, a cultura ainda se beneficia indiretamente por estar em um ambiente em que as abelhas estão trabalhando, devido ao aumento da biodiversidade na área que estimula a colheita.

Em um mundo sem abelhas, provavelmente sobreviveríamos. Mas nossa existência seria mais precária e nossas dietas mais pobres e menos nutritivas. E não apenas por falta do mel, consumido de forma pura ou em outras receitas, mas poderia resultar na produção de carne, já que algumas plantas, usada na alimentação comercial do gado, são diretamente polinizadas por abelhas.

 

Polinização comercial

Abelha voando para um girassol

A abelha também é usada comercialmente em alguns países, como polinizador de safras alimentares, como tomates e frutas. No Brasil, colmeias são postas nos pomares de maças, em época de floração, para que elas possam maximizar o trabalho de polinização, aumentando a produtividade do pomar.  Devido ao seu tamanho, forma e capacidade de vibrar vigorosamente, são mais eficazes na polinização de certas culturas.

No Brasil, temos mais de 300 espécies de abelhas identificadas. A grande maioria possui seu ferrão atrofiado, bem diferente das abelhas africanizadas, que são as espécies comercialmente mais utilizadas para a produção de mel.

 

As abelhas e um ambiente saudável

As abelhas são um símbolo fantástico da natureza. O fato de eles estarem com problemas é um sinal de que nosso ambiente natural não está nas boas condições que deveria estar.

Mantendo o ciclo da vida girando, as abelhas aumentam a cor e a beleza de nossa paisagem. Cerca de 80% das flores silvestres requerem polinização por insetos.

Os polinizadores permitem que as plantas frutifiquem, criem sementes e se reproduzam. Isso, por sua vez, fornece alimento e habitat para uma série de outras criaturas. Portanto, a saúde de nossos ecossistemas naturais está fundamentalmente ligada à saúde de nossas abelhas e outros polinizadores.

A manutenção de nossa flora nativa também depende de populações saudáveis ​​de polinizadores. Isso inclui flores silvestres, bem como árvores e arbustos.

Você também pode se interessar:

 

Queda na população

Abelhas mortas

Com o crescimento do agronegócio no país e o maior acesso as tecnologias, safras cada vez maiores se tornam realidades. No ano de 2020, o Brasil voltou a ocupar o posto de maior produtor de soja do mundo.

Além da soja, as safras de milho, trigo e café, tem aumentado a cada ano. Aliado a esse aumento, o uso de agrotóxicos se faz necessário, porém, causando danos irreparáveis.

Estima-se que mais de meio bilhão de abelhas tenham morrido por causa de agrotóxicos em apenas 3 meses no ano de 2019 no Brasil. Ao irem buscar o pólen e o néctar das flores, elas acabam chegando as plantações que acabam morrendo envenenadas pelos agrotóxicos. Tal fato não acontece somente no Brasil, porém, em alguns países, já estão proibindo estes agrotóxicos.

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

Crédito imagem: pixabay

 

Comentários
Carregando...