Por que os gatos têm tanto medo de pepino?

Nos últimos anos, começou a circular na internet, diversos vídeos, filmados pelos seus donos, de felinos com pavor a pepinos. Pesquise no Youtube, Instagram, Facebook ou qualquer outra plataforma que disponibilize vídeos e você será bombardeado por inúmeras filmagens de gatos, que quando confrontados com pepinos, agem como se estivessem visto um fantasma.

Quem tem sabe que os gatos, por serem mais atentos, se assustam facilmente com barulhos altos ou movimentos bruscos. Mas a verdade é que não há nada mais assustador para um felino, do que um pepino de cor verde a sua frente.

Mas qual o problema dos gatos com o pepino?

Gary Richter, especialista em saúde veterinária e autor do livro Ultimate Pet Health Guide, um dos livros mais vendidos da Amazon, expões que a fobia que os gatos têm a pepinos, não tem nada a ver com o gosto particular deles ao legume.

Uma possibilidade muito real (porque os gatos têm medo de pepino) é um fenômeno chamado “preparação biológica”, que é o conceito de que os animais são instintivamente pré-programados a atender comportamentos para a sua sobrevivência. “Por exemplo: muitas pessoas têm medo inato de cobras ou aranhas. A grande maioria das pessoas, nunca foi prejudicada por cobras ou aranhas, mas mesmo assim o medo existe”. Quando se trata de gatos e pepinos, pode ser que a forma (do pepino) desencadeie uma resposta instintiva no felino, comparada ao medo de uma cobra.

Embora Richter admita prontamente que essa teoria não foi comprovada, ele diz que não é diferente da resposta que os seres humanos têm a estímulos visuais comuns. “Você já viu algo pelo canto do olho e pensou que era uma aranha e seu coração disparou? Talvez o mesmo esteja acontecendo quando os gatos vêem um objeto vagamente em forma de cobra aparecer subitamente atrás deles.”

Você também pode gostar:

Um susto pode ser prejudicial ao seu gato

Embora você ainda esteja ansioso para fazer um vídeo do susto do seu gato, Richter adverte que isso pode afetá-lo e prejudicar o relacionamento com seu dono. “Eles não possuem ideia do que está acontecendo e sofrem, como resultado de altos níveis de estresse e mudanças comportamentais potencialmente significativas.”

De fato, traumatizar intencionalmente um animal, físico ou emocionalmente, para entretenimento, é simplesmente errado.

Comentários
Carregando...