Saiba qual a melhor máscara para se proteger de contaminações

Nos últimos dias a OMS (Organização Mundial da Saúde), declarou pandemia do COVID-19, também conhecido como Coronavírus. Com o epicentro da pandemia na Europa, milhares de pessoas do mundo inteiro, foram às ruas em busca de itens para se proteger da contaminação. Entre os itens com mais procura, estão o álcool gel para assepsia das mãos e também a máscara, para a proteção da boca e nariz, que são as principais portas de entrada do vírus ao nosso corpo.

Apesar de a OMS declarar que o uso da máscara deve ser utilizado apenas por pessoas que contenham sintomas do COVID-19, devido a alta demanda, dificilmente você irá encontrá-la com facilidade em alguma farmácia da sua cidade. Pensando nisso, pesquisamos alguns tipos de máscaras que podem ser utilizadas para sua proteção e quem sabe, ser encontradas com maior facilidade nas farmácias e lojas especializadas.

 

Máscara Facial Total

Máscara Facial Total

A máscara facial total, é de alta proteção pois cobre praticamente toda a face da pessoa, oferecendo proteção respiratória, visão e facial. Com diversos modelos existentes no mercado, é um equipamento de proteção individual (EPI) completo que possui um alto custo. Com vedação de silicone, se adapta a diferentes tamanhos de rostos e permite a utilização de filtros químicos substituíveis para cada tipo de situação. Esse tipo de proteção é encontrada em lojas especializadas de equipamentos para proteção individual.

 

Máscara Semi Facial

Máscara Semi Facial

Semelhante a máscara facial total, é uma forma de proteção reutilizável e protege o usuário contra contaminantes presentes no ar, pois tem como principal objetivo, purificar o ar inalado pelo usuário. Apesar da proteção Semi Facial não proteger o campo de visão, ela tem um ótimo custo benefício.

 

 

Você também pode gostar:

Máscara Respirador Sem Manutenção

Máscara Respirador sem Manutenção

Conhecido como Respirador sem Manutenção, é uma máscara que funciona como um filtro que impede que partículas contaminantes, que estejam no ar, sejam inaladas pelo usuário. É muito utilizada por trabalhadores para impedir algumas doenças ocasionais como alergias, doenças pulmonares ou intoxicações.

Esse tipo de máscara é em formato de concha e de uso único, por ser produzido de material descartável. Possui três modelos, classificados para cada tipo de atividade, sendo o PFF1 para proteção de poeiras e neblinas; PFF2 para proteção contra agentes biológicos e o PFF3 sendo o mais resistente contra partículas altamente tóxicas.

Apesar do baixo custo e de ser muito parecido com a máscara cirúrgica, elas não são a mesma coisa. As máscaras cirúrgicas não são consideradas EPI (Equipamento de Proteção Individua) por não possuírem Certificado de Aprovação.

 

Máscara Cirúrgica

Máscara Cirúrgica

A máscara cirúrgica ou de procedimento é a mais comum utilizada em procedimentos médicos, estéticos ou por profissionais que tenham a necessidade de se proteger de algum agente contaminante, mas principalmente, para evitar a contaminação por secreções respiratórias do profissional.

A máscara cirúrgica oferece apenas proteção respiratória, deixando o campo de visão exposto. É fabricada com tecido TNT e pode ser dupla ou tripla para maior proteção. Fixada ao rosto por elásticos, é uma máscara que não oferece total vedação, porém, tem um baixo custo e é encontrado com facilidade em qualquer farmácia ou loja de materiais hospitalares.

De fato, cada tipo de máscara é utilizado para suas funções conforme a necessidade exigida por cada ambiente. Mesmo assim, de uma certa forma, todas elas são capazes de nos proteger contra partículas que possam conter o vírus COVID-19 ou qualquer outro vírus que assim como o Coronavírus, utiliza como meio de entrada em nosso organismo a boca, nariz ou os olhos.

Crédito imagem: pxhere

Curioso por mais matérias como esta? Navegue pelo site do Mundo do Curioso ou acesse nossas redes sociais no Facebook e Twitter.

 

Comentários
Carregando...