Sua startup está preparada para 2020?

A aceleradora Startup Farm, realizou um estudo que aponta que 74% das startups brasileiras, fecham as portas com até cinco anos de existência, sendo que 18% fecham antes mesmo de completar os dois anos de idade. Outro estudo realizado pela Statistic Brain, mostra que nos Estados Unidos, 50% delas não duram mais do que quatro anos.

Em um mercado extremamente conectado, aonde a cada dia novas possibilidades surgem gerando oportunidades inovadoras, as startups veem de encontro com um modelo de negócios que seja escalável e repetitivo.

Empresas como Uber e AirBnB, trabalham neste modelo de negócio, porém, apesar da necessidade do mercado em manter essa busca constante por inovações, é necessário lembrar que as tomadas de decisões pelos gestores das startups são constantes e é indispensável ter as informações adequadas para que isso ocorra.

Todo início de uma startup começa com uma boa ideia e poucas pessoas, e como empreendedor, você tem diversas responsabilidades. Desde a busca pela obtenção do financiamento, o desenvolvimento do aplicativo ou mesmo a comercialização do seu produto ou serviço, as rotinas diárias demandam muito tempo, impedindo-o de cumprir outras atividades importante.

Uma pesquisa da One Poll revela que 56% das pequenas e médias empresas “raramente ou com pouca frequência” analisam os dados de seus negócios e que 3% nunca analisaram. Além disso, 33% dos entrevistados disseram que não examinaram estes dados pois estava muito ocupado com outras responsabilidades.

Mas uma empresa, para ter um bom desempenho, precisa estar alinhada em todos os setores, e para isso, é necessário ter as ferramentas de gestão certas que possam te ajudar a compilar dados em informações que sejam úteis nas tomadas de decisões.

Ferramentas de inteligência comercial estão cada vez mais comuns, trazendo a frente da concorrência aqueles que a utilizam. Estas ferramentas, buscam ativamente conexões entre várias fontes de dados para tentar encontrar os motivos por trás de certas tendências ou eventos, trazendo soluções viáveis para que você possa utilizar e melhorar as operações do negócio.

É claro que uma tomada de decisão de qualidade, depende de fazer as perguntas certas para suas ferramentas de análise. O vice-presidente global de vendas da Sisense, renomado fornecedor de BI, afirma que a maioria das empresas utilizam indicadores de desempenho (KPI) óbvios, tais como: aumento de vendas, melhoria da eficiência operacional, expansão para mercados e territórios em crescimento, e assim por diante, e dessa forma, todos estão procurando pelo mesmo material, sendo que o mercado de hoje, é muito mais exigente e requer KPIs mais abrangentes.

Em outras palavras, um sistema de inteligência comercia não se limita apenas a questões relacionadas as vendas. Uma análise mais detalhada pode determinar quais as regiões de alcance mais próxima e de público alvo, possam trazer um resultado maior gerando mais lucratividade.

Sistemas de gestão inteligente estão se tornando cada vez mais acessíveis para as pequenas empresas e é muito importante que você faça parte desse número crescente de empresas para se manter forte entre a concorrência.

Ignorar estas informações oriundas da análise dos dados da sua empresa pode fazer você perder grandes oportunidades, vindo a gerar sérios prejuízos financeiros. Investir em ferramentas de inteligência, com certeza vai fazer toda a diferença para o planejamento e desenvolvimento futuro da sua startup.

Comentários
Carregando...