Qual o tipo de ração que meu amigo pet deve comer?

Você sabia que há uma grande diferença entre os tipos de ração para seu amigo pet? Apesar de serem muito parecidas aos nossos olhos, para que não haja dúvidas na hora de escolher a ração ideal para o seu cão ou gato, detalhamos elas para você.

 

Ração Standard

As rações classificadas como standard, são as mais baratas encontradas nas prateleiras das lojas especializadas. Em sua composição, são utilizados ingredientes comuns e menos nutritivos, sendo sua maior parte feita com elementos de origem vegetal.

Apesar de ser uma ração nutricionalmente balanceada, feita por especialistas que procuram atender exatamente as necessidades do seu pet, apenas ¾ dos ingredientes utilizados neste tipo de ração, são absorvidas. Dessa forma, por ter uma necessidade maior de ingerir mais nutrientes, para suprir à necessidade diária ideal, o pet terá que se alimentar de uma quantidade muito maior, e consequentemente terá maior eliminação de fezes.

 

Ração Premium

Qual o tipo de ração que meu amigo pet deve comer?

Como uma opção de melhor qualidade, as rações Premium costumam agradar a todos os pets. Desenvolvidas com ingredientes nobres, acompanhada de vitaminas e minerais, proporcionam uma alimentação nutricionalmente mais completa.

Por terem uma absorção um pouco maior que as rações Standard, o pet se satisfaz comendo uma porção menor, reduzindo a eliminação de fezes. Além disso, em sua composição, há uma quantidade muito maior de nutrientes com a finalidade de proporcionar melhores resultados para a pele, pelos, massa muscular e trato intestinal.

Apesar de o custo da ração Premium ser um pouco maior que a ração Standard, devido ao fato de os pets necessitarem ingerir uma menor quantidade, ela acaba durando mais e consequentemente gerando uma economia. Pensando na saúde e bem estar do seu animalzinho, esta é uma opção mais completa na hora de buscar o alimento ideal para o seu amigo.

 

Ração Super Premium

As rações super premium são classificadas como as melhores rações para matar a fome dos seus cães e gatos. Possui preço de venda elevado por ser elaborada apenas com ingredientes de melhor qualidade. Produzidas com carnes nobres de cordeiro, salmão, carne e frango, são equilibradamente enriquecidas com vitaminas e minerais.

Sua taxa de digestibilidade é muito maior em comparação as rações standard e premium. Possuem absorção acima de 83%, o que proporciona um consumo muito menor na quantidade de ração e consequentemente, produzindo uma menor quantidade e odor das fezes.

Uma das vantagens de alimentar seu pet com uma ração super premium é que por fazer com que o ele se sinta satisfeito com menos e saciado por um período maior de tempo, evita que ele possa sofrer com o excesso de peso.

 

Alimentação caseira

Alguns donos de cães e gatos, preferem alimentar seu animalzinho com comida caseira ao invés de ração. Seja por opção de seu dono, por estar doente ou mesmo por rejeitar comer ração, de fato, quanto optamos por alimentar o animal com alimentação caseira, é preciso se conscientizar que a comida a qual nós humanos nos alimentamos, não deve ser oferecida como alimento para nossos pets. Alguns animais são sensíveis a alguns temperos e podem vir a vomitar, ter diarreia ou até mesmo alergias.

Qual o tipo de ração que meu amigo pet deve comer?

Quando preparamos o alimento de nossos pets em casa, de forma balanceada é preciso escolher os ingredientes corretos, conforme a necessidade diária de cada animal. Assim como para nós, procure alimentos que sejam nutricionalmente ricos em fibras e nutrientes, como por exemplo arroz integral, que é uma fonte rica em fibras. Inclua uma proteína de gado, frango ou peixe. É importante que ela seja cozida e não seja substituída frequentemente por outro tipo de proteína.

Da mesma forma com os legumes, é preciso selecionar o que mais agrada o paladar do seu amigo e manter nas refeições, sempre que possível. Os legumes mais utilizados são a cenoura, abóbora, chuchu e beterraba. É claro que a dieta caseira nunca será tão balanceada como uma ração.

Para os felinos, não é preciso incluir carboidratos em sua dieta. É recomendado alimentar ele apenas com proteínas cozidas ou mal passadas. Peixe, sendo de boa procedência, pode ser cru, como sardinha, atum (pode ser o enlatado) ou salmão.

Vale lembrar que é indispensável consultar um veterinário, antes de decidir o tipo e a quantidade de alimento que você deva dar para o seu pet.

Você também pode gostar:

 

Ração Medicamentosa

Qual o tipo de ração que meu amigo pet deve comer?

Para alguns pets com alergias ou intolerância a alguns alimentos, encontrar a ração ideal pode ser um problema. Para estes casos, existe a alimentação medicamentosa, que além de suprir com toda a necessidade nutricional de seu amigo pet, cuida de sua saúde.

São rações desenvolvidas especialmente para tratar da recuperação de cães e gatos doentes. Para isso, diferentes tipos de rações medicamentosas são encontradas em lojas especializadas, e podem ser secas ou úmidas e de diferentes sabores, tornando o tratamento de seu amigo mais fácil.

Diversos são os tipos de rações medicamentosas, já que para cada doença, um tipo diferente é utilizado para o tratamento:

  • Ração renal: pets com problemas nos rins podem utilizar esta ração para minimizar os efeitos e desenvolvimento da doença;
  • Ração hepática: seu uso é indicado a pets com problemas no fígado e feito a partir de proteínas vegetais, para serem mais bem aceitos por animais com doenças hepáticas;
  • Ração dermatológica: para casos aonde os pets apresentam alergia ao consumo de rações (standard, premium ou super premium). Evita a perda de pelos e que o pet sofra com coceira;
  • Ração gástrica: feita especialmente para cães e gatos com doenças inflamatórias crônicas ou intolerância alimentar e possui auto teor de fibras para ajudar no tratamento intestinal;
  • Ração urinária: para cães e gatos que possuem problemas com cálculos renais. Sua composição tem como base ajudar na dissolução destes cálculos.

O tempo adequado que seu pet terá que se alimentar do tipo específico de ração para tratamento de sua enfermidade, vai variar conforme o seu problema de saúde. Em alguns casos, por ser indicado por tempo indeterminado.

De fato, as rações medicamentosas devem ser usadas somente com a orientação de um veterinário. Nada de oferecer uma ração medicamentosa para um pet saudável, já que por agir como um remédio, pode vir a prejudicar a saúde de seu animalzinho.

 

O que considerar na hora de escolher uma ração

Tratamos nossos pets como se fossem parte da família. Muitas vezes, o sentimento é tão grande que lidamos com eles como se fossem pessoas. A alimentação é essencial para o seu desenvolvimento e é preciso estar atendo a grande diversidade de tipos e sabores de rações comercializadas no mercado.

Na hora de escolher, alguns fatores podem ajudá-lo:

  • Em primeiro lugar, sempre observe os ingredientes e busque sempre rações que tenham principalmente, ingredientes de origem animal;
  • Prefira as rações enriquecidas com vitaminas e minerais;
  • Por fim, escolha sempre a ração conforme o tipo e a idade de seu cachorro: filhotes, adultos, idosos e outros. Estas rações são feitas especificamente para necessidade de seu pet.

Crédito imagem: pinterest

Curioso por mais matérias como esta? Navegue pelo site do Mundo do Curioso ou acesse nossas redes sociais no Facebook e Twitter.

Comentários
Carregando...