Encontrado túmulo de guerreiras amazonas do século 4 a.C.

Esta incrível descoberta foi feita na região de Voronezh, na Rússia. Pesquisadores estimam que as guerreiras amazonas tenham sido sepultadas durante o século IV a.C.

O Instituto Acadêmico de Arqueologia da Rússia publicou que foram encontrados os restos de quatro mulheres de diferentes idades. A mulher mais velha encontrada no túmulo, usava um cocar cerimonial e tinha entre 45 e 50 anos. Também foi encontrado uma garota com idade entre 12 e 13 anos quando morreu e outras duas mulheres entre 25 e 35 anos.

O túmulo aonde elas se encontravam, foi construído com blocos de barro e carvalho e em seu interior, alguns artefatos ajudaram a estimar a época do sepultamento. Pontas de flecha de ferro, arreios de cavalo, ganchos de arnês, facas de ferro, ossos de animais e diversos vasos, sugerem que as guerreiras seguiam os costumes das citas, que viveram por toda a Sibéria, entre os anos 200 e 900 a.C.

Institute of Archaeology RAS

A escavação ocorreu em um cemitério chamado Devitsa V, na região de Voronezh, na Rússia, e contém 19 túmulos, estudados desde 2010. Os itens pessoais encontrados junto aos corpos, trazem informações essenciais para esclarecer exatamente como estas pessoas viviam em sua época.

Uma das jovens, foi sepultada como um “cavaleiro”, o que significa que seu corpo passou por uma tradição que consistia em cortar os tendões das pernas. Em seu ombro esquerdo, por debaixo, um espelho de bronze, lanças e uma pulseira feita de contas de vidro. Em suas pernas, uma xícara e um prato.

Institute of Archaeology RAS

Em média, uma mulher cita vivia entre 30 e 35 anos, tornando impressionante a idade da mulher mais velha encontrada. As joias tinham entre 65 a 70 por cento de ouro, além de cobre, prata e ferro. Ela também foi enterrada com uma faca de ferro embrulhada em tecido e uma ponta de flecha de ferro bifurcada.

O cocar, encontrado com a mulher mais velha, estava em ótimo estado de conservação, levando em consideração o tempo que ficou enterrado. Além disso, é normal pesquisadores encontrarem túmulos já violados e saqueados, diferente dos túmulos perfeitamente conservados das quatro amazonas.

Você também pode gostar:

A expectativa é que os diversos túmulos ainda não escavados do cemitério Devitsa V, na Rússia, estejam ainda intactos para que os pesquisadores possam descobrir um pouco mais, como se vivia nos séculos passados.

Comentários
Carregando...