6 dicas para fazer seu dinheiro render muito mais

Não importa quanto você ganha, o importante é ajustar a sua realidade financeira, fazendo com que seu dinheiro dure até o final do mês.

O ditado diz que o dinheiro não traz felicidade, mas com toda certeza ajuda a garantir uma vida muito mais tranquila. Ter a saúde financeira pessoal equilibrada, vai fazer com que consiga atingir seus sonhos materiais a curto, médio e longo prazo.

A falta de dinheiro pode refletir em sua saúde física e mental, por isso, selecionamos algumas dicas essenciais para você começar a organizar seus gastos pessoais.

 

1 – Anote todos os seus gastos

Isso mesmo, simples assim. A primeira e a principal dica é se organizar para que seus gastos sejam menores do que seus ganhos. Escreva em um papel todos os seus gastos diariamente. Pode ser no celular também!

Discrimine os seus gastos para que você comece a entender aonde seu dinheiro está sendo gasto. Dessa forma, vai ser possível ver aqueles gastos desnecessários, que poderiam ter sido evitados.

 

2 – Programe seu dinheiro

É óbvio que ao terminar um mês, já iniciamos outro pensando nas contas que estão por vir. Contas fixas são como são chamadas aquelas contas que mensalmente são cobradas, como o aluguel, luz, água, telefone ou o financiamento do carro, por exemplo.

Não tem outro jeito a não ser liquidá-las para que seu nome não seja negativado e você não passe por transtornos com os fornecedores. Dessa forma, o melhor a fazer é já ter em mente o valor que você precisa para liquidá-las e deixar o dinheiro separado, para não o comprometer com outros gastos.

 

3 – Divida seu mês por semanas

Sim, temos 12 meses no ano e precisamente 52 semanas. Após separar o dinheiro para pagar aquelas contas fixas, que mensalmente batem à sua porta, você terá um saldo que poderá ser usado com outros gastos diversos.

Uma forma de controlar estes gastos é dividi-lo conforme a quantidade de semanas do mês. Assim, se você definiu que usará R$400 para gastos diversos e o mês possui 4 semanas, você estará ciente que poderá gastar R$100 por semana.

Desse jeito, será possível se programar para gastos que ultrapassem o valor definido para a semana. Uma vez que isso ocorra, você saberá que naquela semana, você terá que gastar menos, ou nada do valor destinado para a semana para conseguir fazer a compra desejada.

 

4 – Economize

É sempre muito importante guardar uma parte dos seus ganhos para futuras emergências ou para adquirir sua casa, um carro ou até mesmo realizar uma viagem de férias dos sonhos. Se programe para já deixar separado uma parte de seus ganhos para este fim, ou economize para poder guardar um montante maior ainda.

 

5 – Faça sua comida

Opte por comer comida feita em casa. É muito bom comer fora e não precisar se preocupar em preparar nada e nem ter que limpar tudo depois. Mas saiba que isso tem seu preço e comendo fora você pode gastar o dobro do que iria gastar se tivesse feito sua comida em casa.

 Você também pode se interessar:

 

6 – Um custo a mais

Lembre-se que alguns bens de consumo, podem gerar despesas a mais que podem prejudicar seu orçamento mensal. Digamos que você economizou cada centavo para poder dar entrada no seu primeiro carro. É muito bom ter essa independência e ir e vir a qualquer hora e lugar, sem depender dos outros. Mas saiba que um carro não traz somente a sua parcela mensal de sua compra. Você vai precisar colocar combustível nele e provavelmente vai fazer um seguro. Lembre-se que ele precisa de manutenção e é preciso pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade sobre Veículos Automotores) anualmente.

 

Então, gostou da matéria?

Que tal nos seguir também no Facebook e no Twitter? Assim poderá acompanhar ainda mais todos os assuntos publicados pela equipe do Mundo do Curioso a respeito de itens como Fatos curiosos, Bem estar, Saúde, Entretenimento, Ciência e Tecnologia entre outros relacionados ao mundo e suas peculiaridades.

 

Comentários
Carregando...