Em 2050 teremos uma cidade em Marte com um milhão de habitantes

Em uma série de tweets na da última quinta-feira (06/02), Elon Musk revelou novos detalhes sobre seu plano de construir uma cidade em Marte com 1 milhão de habitantes, até o ano de 2050.

Musk disse que espera construir 100 naves espaciais por ano, de um total de mil, da espaçonave totalmente reutilizável que a SpaceX está desenvolvendo.

Eventualmente, acrescentou Musk, o objetivo é lançar uma média de três naves por dia e disponibilizar a viagem a Marte para qualquer pessoa. “Precisa ser de uma forma que qualquer pessoa possa ir se quiser. Com empréstimos disponíveis para quem não tem dinheiro”, escreveu Musk.

 

Os seres humanos em uma cidade em Marte

Em 2050 teremos uma cidade em Marte com um milhão de habitantes

A nave estelar, se realizada como projetada, teria o sistema de lançamento mais poderoso já criado. Cada lançamento seria capaz de enviar mais de 100 toneladas (cerca de sete ônibus totalmente carregados) e com lugar para 100 pessoas, por vez.

Musk não especificou o que exatamente os foguetes precisariam levar para o planeta vermelho, mas muita comida, água, materiais de construção, ferramentas e sistemas avançados de suporte à vida seria parte imprescindível. Assim, para construir um assentamento permanente em Marte, ele estimou que precisaria de toda uma frota de naves.

No total, 1.000 naves seriam capazes de transportar todo o material inicial necessário para a sobrevivência no planeta. Cerca de 100 naves por ano; totalizando 10 mil pessoas, o que representaria uma migração total de cerca de 100.000 pessoas.

Musk também sugeriu que planejava fazer os lançamentos, nas breves janelas de tempo que as órbitas da Terra e Marte se alinham. Esse alinhamento acontece a cada 25 meses. Dessa forma, permitiria que a espaçonave pegue impulso na rotação da Terra e se coloque em uma jornada com menor uso do combustível em direção a Marte.

Você também pode gostar:

 

Um protótipo de nave estelar pode ser lançado em poucos meses

Musk disse que um novo protótipo da nave estelar pode ser lançado antes do final de março deste ano. “Esperamos que o primeiro voo seja daqui a 2 a 3 meses”, twittou Musk  em 27 de dezembro.

Mas o desenvolvimento do primeiro protótipo de 16 andares da StarsX teve atrasos, após uma explosão acidental durante um teste de pressurização do tanque de combustível em 20 de novembro. A empresa poderia construir até 20 protótipos diferentes  antes que os engenheiros adotassem um design para transportar cargas e pessoas.

O sistema completo de lançamento da nave estelar também incluiria um foguete de 22 andares, chamado Super Heavy. Combinados, nave inteira teria cerca de 118 metros de altura.

Musk estima que o custo de um único lançamento seria de apenas US $ 2 milhões. Isso seria centenas de vezes mais barato do que o custo atual de lançar um número semelhante de pessoas e quantidade de carga no espaço em qualquer projeto planejado para implantar uma cidade em marte ou existente.

Em setembro, Musk disse que esperava lançar uma espaçonave em órbita até meados de 2020 e talvez até levar uma pessoa nela, antes do final do ano. Gwynne Shotwell, presidente e diretora de operações da SpaceX, disse durante uma teleconferência da NASA que a empresa “pretendia deixar a nave estelar na superfície lunar em 2022” e levar o empresário e bilionário japonês Yusaku Maezawa ao redor da lua em 2022. 2023

No entanto, todas essas declarações vieram antes da explosão do protótipo da Nave Estelar. Por fim, a SpaceX também terá que resolver vários obstáculos,  incluindo a segurança dos moradores de Boca Chica Village , que fica a 3 km da plataforma de lançamento da SpaceX no Texas, antes de lançar qualquer protótipo em órbita.

Crédito imagem: pxhere / spacex-twitter

Comentários
Carregando...