Ingerir água em excesso pode matar

Nos dias de calor não existe nada melhor do que um bom copo de água bem geladinho, mas ingerir água em excesso pode matar. Beber muita água, além do que o corpo precisa, causa um desequilíbrio no organismo, principalmente nos níveis de sódio no sangue. Esta queda provoca situações graves de intoxicação e os sintomas são dores de cabeça, vômitos, cansaço, mal funcionamento dos rins, confusão mental e parada cardíaca.

Mas se ingerir água em excesso pode matar, então quanto uma pessoa deve tomar para ser saudável? O ideal, conforme o Nefrologista Dr. Pereira Júnior, é “respeitar sua sede e saciá-la”. Cada individuo tem, fisiologicamente, necessidades em graus diferentes de hidratação, mas observar alguns sinais do corpo podem ajudar a descobrir se o corpo precisa ou não de mais água. A cor da urina, se muito amarela, boca e olhos secos, intestino preso, membros inchados por retenção de liquido, todos são sintomas de desidratação.

 

Você pode gostar também:

 

A água atua no organismo de muitas formas: auxiliando na digestão, na eliminação de toxinas, no controle da temperatura corporal, na lubrificação das articulações entre outros.

O corpo humano é composto de 60% de água assim a sua ingestão é fundamental para  manter as funções básicas do organismo. O rim pode filtrar entre 800 ml à 1 litro de liquido por hora. A Organização Mundial de Saúde recomenta o consumo diário de 2,2litros a 2,5 litros por pessoa, porém beber mais de 4 litros por hora pode causar intoxicação.  Portanto o fundamental na hora de ingerir água é respeitar as necessidades do corpo. Se estiver com sede beba água e, se estiver na dúvida sobre a quantidade observe os sinais do corpo e os respeite.

 

 

Comentários
Carregando...